Quem fica e quem sai, quem volta de empréstimo para jogar, novos reforços: gerente de futebol Gustavo Bueno fala sobre – e explica – a reformulação do elenco da Ponte Preta

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/DJotaCarvalho

 

Entra ano e sai ano e a história é a mesma: o elenco da Ponte Preta é reformulado e parte dos torcedores alvinegros se sente insegura em relação ao futuro, em especial quando nomes começam a circular na mídia sem serem confirmados pela equipe, ou quando jogadores pouco conhecidos se somam ao elenco. Em entrevista exclusiva ao site oficial, o gerente de futebol Gustavo Bueno explica o processo de reformulação, fala sobre quem fica e quem vai chegar, e diz que é muito importante que haja um entendimento da torcida: “O torcedor pode ficar tranquilo porque o processo de manutenção da espinha dorsal do bom time de 2014 está amplamente encaminhado e não vamos fazer loucuras.”

Vivemos um momento de reformulação em todos os times brasileiros, e em geral isso traz muita tensão ao torcedor e aos dirigentes de futebol. Como você avalia este momento?

Não só aqui, mas no cenário nacional é um momento muito delicado. A mídia toda vem noticiando nas últimas semanas que em 2015 o futebol como um todo viverá uma crise financeira muito grande. E já estamos vendo que grandes clubes estão trabalhando de maneira mais contida: o Grêmio não renovou com o Zé Roberto, o Fluminense perdeu a Unimed e deixará de ter grandes medalhões que tem hoje, o Corinthians está com dificuldades pra fechar o Guerreiro. E esses são times que ganham 20 vezes mais do que a gente. Então, dentro deste cenário, não podemos fazer loucura.

Neste sentido, a Ponte está com um foco bem definido em manter jogadores que foram bem e tem qualidade de série A em vez de trazer muitos reforços muito para o Paulista, certo?

Sim, e é uma grande diferença: para o Paulista deste ano fizemos 18 contratações e destas, inclusive, apenas um, o zagueiro Luan, permaneceu para a série B. No entanto, ao longo do ano aquelas mesmas contratações geraram encargos e despesas pro clube. Então neste ano o que estamos fazendo é trabalhando para manter a espinha dorsal da equipe que subiu para a elite do Brasileiro, que é boa em termos de série A. Nossa prioridade é focar na renovação destes atletas e trazer alguns outros jogadores para o Paulista que podem se firmar bem. Daí, na transição do Paulista para o Brasileiro, conseguiremos trazer outras peças pontuais, possivelmente até com custo menor do que agora.

E como está caminhando esta manutenção?

Muito bem. Apesar de só termos oficializado com o técnico Guto Ferreira e a comissão dele, e com lateral João Paulo até agora, temos atletas que já tinham contrato mais longo (como Cafu, Jeferson e Adrianinho) e vários outros jogadores estão extremamente bem encaminhados, só não anunciamos porque faltam detalhes que independem da gente. Estamos muito próximos de anunciar com Fernando Bob, Rodinei, Roni, Alexandro, Thomás, Tiago Alves e Josimar. Juninho também está andando bem. Está tudo muito bem encaminhado e na maioria dos casos falta apenas a assinatura do atleta – que está em férias e muitas vezes até fora do país – e em outros só a anuência do clube cedente, que está por processo de eleição, o que faz com que a coisa demore um pouco. Também há algumas negociações nas quais estamos esperando a proposta financeira do atleta, como o Cajá. Neste caso, nem há como dizer se conseguiremos mantê-lo, já que não há nenhum número definitivo na mesa, mas nossa intenção é segurá-lo no elenco.

Também haverá reforços de atletas que estavam emprestados e em 2015 jogarão pela Ponte?

Exatamente, é o caso de Rodrigo Biro e Bruno Silva, por exemplo, que são dois bons jogadores e queremos ambos jogando aqui em 2015. Os dois jogaram a série A neste ano pela Chapecoense como titulares, fizeram um bom campeonato e ajudaram aquela equipe a permanecer na séria A. São atletas de bom desempenho e que têm contrato com a Ponte, contaremos com eles em nosso elenco.

Por outro lado, quando se fala em contratações, o mesmo torcedor que entende que volante Paulinho poderá ser um bom reforço tem desconfianças de nomes como Tchê-Tchê e Vitor Xavier.

É importante que o torcedor entenda que a Ponte tem que trabalhar com equilíbrio entre receitas e despesas, não podemos gastar mais do que recebemos. Então buscamos alternativas que possam dar tanto retorno técnico como financeiro. O torcedor que não conhece o Tchê-Tchê, por exemplo, também não conhecia o Rodinei, que quando veio para cá era um atleta sem expressão no mercado e hoje é sondado por grandes clubes e todos querem que fique aqui. Alguém conhecia o Cléber, que veio do Catanduvense, ou o Luan (hoje campeão com o Atlético) e o César, quando vieram do Atlético de Sorocaba?  Não, mas são atletas que vingaram e hoje têm renome. Então peço à torcida para que dê uma chance a atletas como estes e saiba que temos foco na Ponte Preta. Atletas com potencial terão o Paulista para se firmarem e se isso não ocorrer, na transição entre as competições iremos atrás de outros reforços pontuais.

E quanto a nomes que surgem (como o do próprio Paulinho, do atacante Fábio Santos, goleiros Walter e Lomba), por que a Ponte não os confirma logo ?

Porque são atletas em processo de negociação. O Paulinho está muito bem encaminhado, ele mesmo já deu entrevistas dizendo que vem pra cá, mas sem assinatura do contrato não oficializamos. O mesmo vale pro Fábio Santos. Quanto aos goleiros, ainda estamos em processo de negociação e acerto com clubes, não há nada concreto para se dizer no momento.

Há uma previsão para se finalizar este processo de renovação do elenco?

Em janeiro. Estamos trabalhando forte, mas de 19 de dezembro até 2 de janeiro as entidades do futebol entram em recesso, então não há como registrar contratos. E com as idas e vindas de jogadores em férias, não há como garantirmos que todos assinarão até a quinta-feira que vem. O mais certo, então, é que este processo se finalize no primeiro mês de 2015, de preferência até a segunda-feira, dia 5, que é quando a equipe se reapresenta e inicia os trabalhos do ano que vem.

***

Confira como está a reformulação do elenco para 2015:

 

Têm contratos mais longos e já compõem o grupo para 2015: Cafu (atacante), Adrianinho (meia), Reynaldo (goleiro), Jeferson (lateral), Raphael Silva (zagueiro), Citta Jr (volante), Ivan (goleiro).

 

Contrato renovado para 2015: João Paulo (lateral)

 

Novos contratados: Matheus (goleiro), Tchê-Tchê (meia) e Vitor Xavier (atacante)

 

Retornam de empréstimo e deverão compor o elenco: Rodrigo Biro (lateral), Bruno Silva (volante).

 

Em negociação para definir a permanência ou não: Fernando Bob*, , Alexandro, Juninho*, Rodinei, Tiago Alves*, Josimar*, Renato Cajá, Thomás, Roni*, Alexandro.

 

Retornam de empréstimo e poderão compor o elenco ou ser renegociados: , Alemão (atacante), Rildo (atacante),

 

Serão emprestados a outras equipes em 2015: Bruno Fuso (goleiro), Renan (lateral), Ademir (atacante), Rossi (atacante), Joanathan (lateral)  e Rafael Ratão (atacante).

 

Não renovados: Roberto, Daniel, Daniel Borges, Luan, Anderson Bartola, Nathan, Miguel, Douglas Tanque, Rodolfo, Adilson Goiano, João Lucas, Gilvan, Bryan, Vilson e Rafael Costa

 

Casos especiais: Diego Sacoman (afastado pelo INSS), Elton (DM)

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS