Futebol Americano: após estreia difícil, Gorilas querem vencer os Piratas no Espírito Santo

Crédito obrigatório para reprodução
da foto:PontePress

A bola é redonda em um e oval no outro, mas o nível dos adversários nos campeonatos nacionais é alto independentemente do esporte ser futebol brasileiro ou americano. Os Gorilas que o digam.  O time alvinegro fez sua estreia na Liga Nacional de Futebol Americano neste domingo contra o atual terceiro colocado e acabou superado por 14 x 6, um resultado considerado bom para a estreia, ainda mais considerando-se que só a equipe pontepretana pontuou na segunda metade da partida. Para que quem não está acostumado  com as pontuações altas possa entender, as “víboras” marcaram dois touchdowns (seis pontos cada) mais dois fieldgoals de um ponto cada, enquanto os Gorilas marcaram um touchdown.

“Nossa estreia foi extremamente positiva.Embora o Vipers tenha sabido aproveitar a falta de entrosamento do time, pelo pouco tempo de treino junto, e pontuar no começo do jogo, abrindo  14 a 0. Porém conseguimos alinhar a equipe e vencemos o segundo tempo por 6 pontos, nesta etapa final apenas nós pontuamos e não sofremos mais pontos. Estrear frente a uma equipe forte como Vipers e com pouco tempo de treino, e jogar como jogamos, mostra o quanto estamos preparados para ir além”, diz Marcos Rico, treinador de defeza da equipe.

O capitão de Defesa Rodrigo Silva "Coxa" completa o recado do coach. “Ontem a vitória no placar não veio, mas o  recado foi dado e cartão de visita se entrega assim, pra marcar quem recebe. Mostramos em campo que podemos fazer o que nos propusemos a fazer. Se alguém tinha dúvida sobre nossa força, não tem mais. Agora é treinar forte e forçar nos dois próximos jogos contra o Piratas, um fora e o outro em casa”, destaca.

O primeiro confronto está marcado para 6 de setembro, às 14 horas, em Vila Velha-ES.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS