GM encontra cofre roubado da Ponte no Bosque das Palmeiras e Polícia contia atrás do suspeito Robson Bernardo, que teve foto divulgada

 

A Guarda Municipal de Campinas encontrou na manhã deste sábado, no bairro Bosque das Palmeiras, o cofre de 300 quilos que foi roubado do estádio Moisés Lucarelli em 28 de abril. Na ocasião, um grupo formado por cinco homens armados – dois dos quais se esconderam no estádio após a partida contra o Corinthians e obrigaram o segurança a abrir os portões para os demais – levou o cofre que continha R$ 145 mil (dos cerca de R$ 510 mil obtidos com a renda do jogo) e diversos documentos do clube. Os bandidos, que forçaram os jovens da Base que dormiam no estádio a carregar o cofre para eles sob ameaça de morte, também levaram algumas dezenas de camisas oficiais do time.

 

Com a parte de cima cortada e contendo diversos documentos queimados, o cofre foi encontrado na Rua Isilda Lourenço dos Santos. Segundo moradores do local, ele já se encontrava no terreno onde a GM o localizou há pelo menos um mês, apesar de aparentemente ninguém ter relatado o fato à Polícia.

 

No último dia 3 de agosto, a Polícia Civil de Campinas identificou um dos homens que participou da ação, por meio de imagens de câmeras do circuito interno do Estádio que não foram localizadas pela quadrilha, que inutilizou todas as que viu durante a ação. O suspeito, que teve a foto (acima, nesta página) divulgada pelas autoridades é Robson Alves Bernardes, de 30 anos. Também conhecido como Binho, ele é procurado por outros assaltos.

 

Bernardes está com prisão decretada, é considerado fugitivo, e a Polícia continua investigando o crime para identificar e prender os outros integrantes da gangue.  

 

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS