Após vitória sobre Rio Claro, Gallo lamenta desclassificação no Paulista, mas acredita em evolução da Ponte na temporada

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/FábioLeoni

A equipe da Ponte Preta não conseguiu a classificação para a 2ª Fase do Campeonato Paulista da Série A1, mesmo tendo vencido o Rio Claro pelo placar de 1 a 0. O técnico Alexandre Gallo lamentou a desclassificação, mas parabenizou elenco e torcida. “É uma situação que nós não queríamos. A classificação iria coroar nossa subida na competição. Quando cheguei aqui contra o Audax nós estávamos em 20º lugar e chegamos em condições de classificar nesse último jogo. Fizemos a nossa parte, dentro de um jogo duro e difícil. Agradeço o torcedor por ter ido até Rio Claro. Foi muito importante para nós”, diz.

O treinador completa afirmando que o estado de espírito do time após o final desta rodada é o mesmo da torcida. “Sei que os torcedores estão tristes, como nós também estamos, mas quero deixar aqui o recado de que nós lutamos e os atletas tentaram fazer o melhor. Infelizmente não deu”, afirmou Gallo. O técnico faz uma análise do time diante do Rio Claro.

“Nosso time ainda está em formação, não existe mágica no futebol. A oscilação é normal em todas as equipes e contra o Rio Claro foi assim em termos técnicos. Mas é muito explicável. O nervosismo acontece. Jogamos no limite para vencer, mas isso não me preocupa. A equipe continua evoluindo, o jogo foi para essa vitória magra, mas que nos dava uma condição de classificação, que  acabou não ocorrendo”, explica.

Com a desclassificação, Gallo foca todas as atenções no compromisso de quinta-feira (14), pela Copa do Brasil contra a Caldense. “Queríamos muito classificar. Como não ocorreu, ganhamos um tempo e vamos focar essa semana na Copa do Brasil. Temos que continuar respeitando o adversário e procurar fazer um bom jogo na quinta-feira. Com todo respeito a Caldense, acredito muito que vamos passar para a outra fase”,  finaliza.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS