De contrato renovado, Ferrugem já pensa no Paulistão 2014: depois de termos chegado à final da Sul Americana, temos que continuar sonhando grande

 

Crédito obrigatório para reprodução da imagem: PontePress/Guilherme Dorigatti

 

O ano de 2013 foi complicado para o volante Ferrugem. Logo no primeiro jogo como titular, em março pelo Campeonato Paulista, o jogador sofreu uma grave lesão no tornozelo gerada por uma entrada dura de carrinho de Danielzinho, do São Caetano. O jogador passou por cirurgia e um longo período de recuperação e recondicionamento para retornar aos campos: foram dez meses até a reestreia como titular, no início de dezembro em partida contra a Portuguesa pelo Brasileirão. 

E o volante idolatrado pela torcida voltou muito bem, tanto que viajou para a Argentina na última terça-feira e jogou contra o Lanús. O desempenho naquele jogo rendeu a ele o prêmio de melhor em campo concedido pela Conmebol, honraria mais que merecida, mas que Ferrugem nem quis comemorar, em virtude de a Macaca não ter conseguido conquistar o título. 

Em entrevista ao site oficial, o volante – que acaba de renovar contrato até 2016 com o time – fala sobre suas expectativas para 2014 e afirma que já sonha com o título do Paulistão.

PontePress – Como você avalia este ano em sua vida e na carreira?
Ferrugem – Foi um ano difícil não só pra mim como para a Ponte Preta também. Passei a maior parte do ano nas arquibancadas, assistindo os jogos com os torcedores, apoiando o time ou sofrendo com eles. Queria ter feito mais, mas naquele momento não podia. Graças a Deus e ao trabalho dos DM da Ponte, porém, me recuperei e espero que no ano que vem possa fazer muito mais.

O que você espera para 2014?
Estou pensando no Paulista. Depois do que fizemos nesta Sul Americana, temos que pensar em formar um bom grupo para ir atrás do título. Ninguém acreditava na gente na Sul Americana e fomos até as finais em nossa primeira participação em uma competição internacional, eliminando favoritos como Vélez e o São Paulo, que era o atual campeão. Então mostramos que podemos sim continuar sonhando grande. Vamos pensar no título do Paulista, porque é possível.

E o formato novo do Paulista o que você achou?
Vi que tem este formato novo, mais curto por causa da copa, mas nós temos que nos preocupar é com o nosso trabalho em campo. Até porque no Brasileiro deste ano fomos mal, temos que começar bem em 2013 já no Paulista, assim como fomos bem no ano passado com aquela série invicta de jogos. E no nacional da série B o foco é subir. Até pela torcida que nós temos, que lota estádio e nos apoia sempre, a Ponte merece estar na elite, tem torcida de série A.

Vocês, jogadores, só se reapresentam agora na tarde de 2 de janeiro. Quais são seus planos para as férias?
Vou descansar um pouco com a família. Primeiro vou pra São Matheus, no Espírito Santo, que é a cidade onde nasci. Meus pais moram lá, vãos passar um tempo com eles. Depois vou pra Brasília, visitar a família da esposa. Quero repor bem as energias pra voltar com tudo no ano que vem.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS