Comandante da Macaca diante do Vasco, auxiliar técnico Alexandre Faganello destaca ponto valiosíssimo conquistado no Rio de Janeiro

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/DJotaCarvalho

Logo após a partida diante do Vasco, no Rio de Janeiro, o elenco da Ponte Preta já retornou à Campinas e vai ter o domingo (26) e a segunda (27) de folga. O auxiliar técnico Alexandre Faganello, que comandou a Macaca no jogo de ontem, comenta sobre a importância de ter conquistado o ponto que garantiu a manutenção da equipe na liderança, ainda mais em um confronto tão equilibrado.

 

“Foi um jogo dificílimo. Nós sabíamos que íamos sofrer, até porque eles estão precisando do resultado e tinham mais de 10 mil pessoas empurrando esse time de qualidade, que está brigando na parte de cima da tabela. Esse um ponto somado foi valiosíssimo para a gente nessa caminhada e agora vamos nos preparar para o Sampaio Correa, que é outro time ‘chato’ e rápido, mas temos que fazer valer o nosso fator casa.”

 

Para o membro da comissão técnica alvinegra, o grande mérito da equipe foi não se desesperar após sofrer o primeiro gol no início da segunda etapa. “Tivemos equilíbrio e competência para não nos desestabilizar. Conseguimos arrumar o contra-ataque, que é um dos nossos pontos fortes, e fizemos uma pintura de gol na jogada do Roni com o Rafael Costa. Depois tivemos algumas chances de virar e controlamos o jogo”, diz.

 

Faganello também comenta sobre a boa vantagem aberta em relação aos adversários. “O empate nos mantém na liderança e nos encaminha um pouquinho mais a diante na tabela, perante os adversários que estão em quarto e quinto, o Avaí e o Ceará. Também nos dá uma tranquilidade, entre aspas, nos deixando numa posição que nos permite administrar melhor a sequência da competição”, finaliza.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS