“Fé não existe 99%, ou você tem ou não, ou acredita ou não acredita.” A frase do técnico Guto Ferreira dá o mote para o torcedor vir ao estádio na noite desta terça torcer para a Macaca e mostrar que acredita, sim, no elenco alvinegro. Afinal, foi até agora um acampanha maravilhosa que levou o time de volta à série A, nos últimos 14 jogos houve apenas uma derrota, um impressionante desempenho como visitante (o mais incômodo de todos, vencendo todas as partidas fora sob o comando de Guto a exceção do Vasco e do Joinville), desafiando os números até agora. Aliás, não só números: nesse campeonato a Ponte várias vezes desafiou o “impossível”.

Fernando Bob se machucou gravemente e voltou antes do tempo, em alto nível. O mesmo ocorreu com Rafael Costa. Diego Sacoman passou por um drama pessoal e está lutando contra o um problema que muitos médicos dizem ser incurável, mas não desiste. Quando ele teve de deixar de jogar, assim como quando João Paulo deixou o time lesionado, quando Adrianinho se machucou, os pessimistas disseram que a Macaca não teria mais como recompor a zaga, a lateral, o meio…  e a cada baixa, o elenco se uniu ainda mais e cresceu ainda mais. Por que não agora?

É fato: não dependemos mais de nós mesmos. Mas no dia a dia, quantas vezes isso não acontece: nos deparamos com um problema no trabalho, na vida amorosa, no campo pessoal, cuja solução não depende de nós mesmos…e por isso, devemos desistir? É claro que não. Temos que fazer a nossa parte, e muito bem feita, e acreditar que as coisas irão acontecer da melhor forma. Temos que ter fé, bater no peito e gritar: eu acredito, e acredito muito !

Quando for no estádio nesta noite, pontepretano, lembre-se de dois ditados populares. O primeiro é aquele que diz: “ele não sabia que era impossível fazer e, como não sabia, fez”. O segundo é aquele que afirma: “Coisas boas às vezes acontecem com gente boa”. Então, cabeça erguida e, enquanto houver chance de trazer o caneco, vamos lutar juntos por ele. Se não conseguirmos, ao menos saberemos que fizemos o nosso melhor, sem preguiça, sem derrotismos, sem complexos de vira-lata, sem injustiças. Eu acredito. E você? 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS