Estreando no Paulistão contra o time que dirigia antes da Macaca, Guto Ferreira quer intensidade, marcação forte, saída rápida e os primeiros três pontos na tabela

 

Assim como todos na Ponte Preta, o técnico Guto Ferreira preferia fazer o primeiro jogo do Campeonato Paulista no Majestoso, mas está certo que o time manterá as mesmas qualidades que ele acredita serem importantes para vencer hoje em Americana. “Nossa característica é de uma equipe veloz. O encaixe da equipe ainda tem situações que eu careço observar, até porque ainda falta um pouco mais de condicionamento, ritmo e confiança para chegar no estágio em que queremos, mas confio em uma equipe intensa, de marcação forte, com saída rápida e de qualidade no toque de bola", diz o treinador.
 
Ele conta que espera um bom desempenho do time e quer os três pontos, independentemente de estar enfrentando a equipe que o projetou no ano passado.  "Temos que ser otimistas. Quanto ao Mogi, é claro que eu tenho um carinho pela equipe, mas quando entramos em campo não existe. Estou defendendo a camisa da Ponte e vamos para cima para fazer nosso melhor. Podemos torcer pelo sucesso dos companheiros desde que seja atrás de nós na tabela. Então  vamos procurar fazer o nosso melhor e conquistar três pontos”, diz.
 
O treinador ressalta que conta com o apoio da torcida hoje, mas também destaca que todos precisam compreender que a equipe quer um objetivo maior, mas dará um passo por vez no campeonato. “Começamos com os pés no chão. Existe a expectativa da torcida e nós sonhamos também. Eu acho que o primeiro momento de você realizar é sonhar. No entanto, sabemos a dificuldade que é: temos que ir passo a passo e estamos ainda tendo que caminhar para chegar nesse estágio de expectativa da Ponte, de poder atender a essa expectativa”, finaliza.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS