Em São Bernardo, Ponte é derrotada e vai buscar reabilitação contra a Ferroviária na quarta-feira

Foto: Mauro Horita/Agência Paulistão

 

Em uma partida fora de casa e em horário pouco usual, a Ponte Preta não apresentou o mesmo bom futebol do último jogo e  foi superada pelo São Bernardo por 2 a 0 nesta quarta rodada do Paulistão.  Com o resultado, a Macaca permanece com quatro pontos – assim como o segundo e o terceiro colocados do grupo D – e espera os demais resultados de domingo para saber em que posição terminará neste final de semana.

“A gente sabe que o time foi bem abaixo do que pode apresentar. Demos muito espaço para o time deles, um time rápido, com transição rápida. Temos jogo na quarta-feira e precisamos buscar arrumar isso para nos reabilitar o quanto antes”, diz o zagueiro e capitão Fábio Sanches. A Macaca volta a campo às 21h30 da próxima quarta (9), em Araraquara, contra a Ferroviária.

O jogo

O jogo começou com os donos da casa pressionando em dois ataques, mas sem conclusão. Na sequência, o ataque da Ponte foi parado pelo juiz, que viu impedimento. Aos quatro, Matheus Jesus tentou armar o ataque, mas a bola ficou na defesa. Aos cinco, boa troca de passes com Fessin e Niltinho, mas a bola acabou nas mãos do goleiro adversário.

Aos oito, Guilherme Santos ficou com sobra e mandou para Matheus Jesus matar no peito no bico da área, mas o volante alvinegro foi desarmado na hora agá por Ligger. Aos dez, Pedro Júnior conseguiu roubar a bola na saída de bola do São Bernard e passou para Lucca,mas o camisa 9 não conseguiu alcançar. Na sequência, o próprio Lucca saiu em velocidade e foi derrubado, com falta. por Joilson.

Aos 12, bola alçada no interior da pequena área por Kevin. Niltinho cabeceou, mas ela saiu por cima do gol. Aos 15, confusão na área da Ponte que terminou com Votinho chutando contra o gol alvinegro, mas Ygor Vinhas pegou. Aos 17, porém, o adversário abriu o placar, com o meia Vitinho chutando no canto do gol de Ygor, sem chance para o camisa 1 da Macaca.

A Ponte tentou descontar já aos 19, em lance aéreo disputado por Niltinho, que acabou se machucando em placa de publicidade colocada atrás do gol, mas conseguiu retornar ao campo alguns minutos depois. Aos 23, Léo Naldi foi derrubado em falta dura, mas o juiz deu vantagem no lance, que terminou com Lucca chutando contra o gol adversário após cruzamento de Kevin, mas o chute saiu por cima do gol.

Aos 27, boa descida de Kevin, que tentou o cruzamento e ganhou escanteio. Niltinho levantou na área e Matheus Jesus cabeceou, com a zaga desviando novamente para escanteio.  A Ponte equilibrou mais o jogo e tentava levar a bola ao gol., mas não conseguia finalizar e o adversário, por sua vez, tentava explorar os contra-ataques.

Aos 40, Niltinho desceu pela esquerda e cruzou na área, mas a d defesa do São Bernardo cortou. Aos 46, Lucca recebeu de Niltinho, invadiu a área e chutou, mas a bola explodiu em Joilson e saiu escanteio.  O camisa 7 cobrou na primeira trave, mas a zaga oponente cortou. Aos 48, o juiz marcou o final da primeira etapa, com os donos da casa na frente no placar.

No segundo tempo, Léo Naldi armou ataque logo aos dois minutos, mas o passe para Guilherme Santos acabou não chegou ao atleta alvinegro.  Aos oito, Fessin fez cruzamento na área, e a bola ficou com Lucca na outra ponta.  O atacante reiniciou a jogada e mandou novamente a bola para área, com corte do adversário e, na sequência, Kevin recebeu falta. Matheus Anjos cobrou na segunda trave, mas a defesa do oponente bloqueou e tentou armar o contra-ataque, porém o juiz anotou impedimento de Davó.

Aos dez, Guilherme Santos mandou bola longa para Pedro Júnior, mas Júnior Oliveira saiu do gol do São Bernardo e ficou com ela. Aos 13, Kevin foi parado com falta. Na sequência, Fessin fez jogada pela esquerda, mas acabou desarmado pela zaga. Na frente no placar, o São Bernardo se trancou atrás e a Ponte tinha grande dificuldade para chegar ao gol adversário.

Aos 30, Guilherme Santos cobrou escanteio na área e o adversário mandou a bola saiu mais uma vez para fora.  Aos 31, no lance seguinte, Pedro Jr mandou bola para Fessin, que mandou para Pedrinho chutar contra o gol, mas a bola saiu em linha de fundo. Aos 34, o adversário ampliou: Davó saiu cara a cara com Ygor Vinhas, após contra-ataque. O camisa 1 defendeu, mas Igor Fernandes ficou com a sobra e marcou 2 a 0.

Aos 40,  em cobrança de falta, Fabrício mandou uma bomba de longe, mas Júnior Oliveira fez boa defesa. Aos 46, Pedrinho conseguiu chutar contra o gol, mas ela sai em linha de fundo. Aos 50 minutos, o juiz encerrou a partida.

Ficha do jogo

Ponte Preta: Ygor Vinhas, Kevin, Fábio Sanches, Fabrício e Guilherme Santos; Matheus Jesus (Pedrinho), Léo Naldi e Fessin (Fessin); Niltinho (Matheus Anjos), Lucca e Pedro Júnior (Josiel). Técnico: Gilson Kleina.

São Bernardo: Júnior Oliveira; Cristovam (Gabriel Inocêncio), Joilson, Matheus Salustiano e Igor Fernandes (Pará); Ligger, Rodrigo Souza (Léo Gomez) e Vitinho Mesquita (Rafinha); Silvinho (Romisson), Paulinho Moccelin e Matheus Davó. Técnico: Márcio Zanardi.

Gols: Vitinho, aos 17 do primeiro tempo; Igor Fernandes aos 34 do segundo.

Arbitragem: Thiago Luis Scarascati apitou, tendo como assistentes Marcelo Carvalho Van Gasse e Rafael Tadeu Alves de Souza. O quarto árbitro foi Rodrigo Santos e o VAR ficou a cargo de Edina Alves Batista.

Público: 770 pagantes

Renda: R$18.950,00

Partida válida pela 4ª rodada do Paulistão 2022, disputada no estádio 1º de maio

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS