Em Rondônia, Ponte Preta empata em 1 a 1 com Vilhena pela Copa do Brasil; partida da volta será no dia 02 de abril no Majestoso

 

A Ponte Preta foi até Rondônia enfrentar o time do Vilhena e saiu de lá com um empate em 1 a 1. Antes dos 30 segundos de jogo, o time mandante abriu o placar com Flávio e o atacante Fábio Santos igualou o marcador. 

Com o resultado, a Macaca não elimina o jogo da volta, que será no dia 02 de abril, às 19h30, no Moisés Lucarelli. O vencedor espera o classificado do confronto entre Moto Clube contra o Boa Esporte. A Ponte volta a campo no próximo sábado (07), às 18h30, contra o Mogi Mirim, fora de casa, pelo Campeonato Paulista.

O Jogo

A partida começou e a Ponte Preta foi surpreendida. A equipe do Vilhena abriu o placar com o meio campista Flávio, de cabeça, com menos de 30 segundos de jogo, após cruzamento pelo lado direito da defesa alvinegra.

Após o gol da equipe da casa o jogo ficou equilibrado, mas ambas as equipes criaram poucas chances de gol. A Ponte teve um bom momento aos 22 minutos, em falta frontal sofrida por Thomás. Adrianinho fez a cobrança, mas a bola subiu demais. Dois minutos depois, porém, a Ponte Preta chegou ao empate. Em cruzamento de Jeferson pelo lado direito, Fábio Santos concluiu e marcou seu primeiro gol pela Macaca.

Aos 29 minutos um lance duvidoso na partida. Após lançamento, Fábio Santos ganhou na velocidade do zagueiro do Vilhena e disputou a bola de cabeça. O atacante fez o desvio, mas o goleiro Jamilton, que saiu do gol para tentar antecipar o jogador, acertou o rosto do centro-avante dentro da área. O árbitro não considerou como lance faltoso e deu tiro de meta. Sem mais lances de perigo, o primeiro tempo terminou empatado em 1 a 1.

O segundo tempo começou e a Ponte teve uma boa chance aos nove minutos. O meia Danilo Neves invadiu a área e finalizou. A bola saiu sem força e Jamilton fez a interceptação.  A Ponte teve mais uma boa oportunidade aos 14 minutos em cobrança de falta. Adrianinho mais uma vez foi para a cobrança e a bola passou perto do gol de Jamilton.

Durante grande parte da etapa final o jogo ficou truncado. As equipes não conseguiram criar lances de perigo e tanto João Carlos, quanto Jamilton, pouco  foram exigidos. Aos 44 minutos, Thomás ainda tentou mais uma chance de virar o placar. O jogador arriscou de fora da área, mas a bola foi para fora.

Ficha Técnica:
 
Ponte Preta: João Carlos, Jefferson, Renato Chaves, Diego Ivo e João Paulo (Junio); Josimar, Dedé, Danilo Neves (Fágner) e Adrianinho; Thomás e Fábio Santos (Vitor Xavier). Treinador: Guto Ferreira.
 
Vilhena: Jamilton, Henrique, Junior (Pivato), Marinho e Jonatas (Carlos Vinícius); Carlinhos, Flávio, Rai e Vinícius; Roberth (Vinícius) e Roallase. Técnico: Márcio Bittencourt.
 
Data: 03/03/2015, terça-feira – 21h30 (horário de Brasília)
Local: Estádio Portal da Amazônia, Vilhena-RO
Árbitro: Paulo Henrique de Melo Salmazio – MS
Auxiliares: Joadir Leite Pimenta – MT e Valdebranio da Silva – RO
Cartões Amarelos: Diego Ivo (Ponte Preta); Rai e Júnior (Vilhena)
Gols: Flávio (Vilhena); Fábio Santos (Ponte Preta).
Público: 748
Renda: R$16.074

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS