Em Porto Feliz, Fellipe Bastos prega atitude e concentração para vencer na próxima rodada: a pressão está dentro da gente e juntos vamos sair desta situação incômoda

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/DJotaCarvalho

 

Há apenas uma semana na Ponte, o meia Fellipe Bastos já estreou com boa atuação individual, perdeu o primeiro jogo com o grupo e, assim como os colegas, sofre com o fantasma do rebaixamento. Uma ameaça que no entender dele, porém, pode ser deixada para trás e o primeiro passo para voltar a subir na tabela tem de ser uma vitória na quinta-feira, contra o São Paulo.

 

“Temos que ter a atitude que tivemos no primeiro tempo da última partida, aliada a concentração a cada segundo, puxar para cima o tempo inteiro. No primeiro tempo contra o Inter fizemos isso, o torcedor viu e nos apoiou, mas no segundo voltamos um pouco desconcentrados e a equipe do Inter, altamente qualificada, se aproveitou. Continuo batendo na mesma tecla: vamos conseguir sair da zona e temos uma boa oportunidade para isso na quinta”, diz.

 

O jogador ressalta que a tarefa é complicada, pois trata-se de uma partida de seis pontos, visto que o São Paulo também está na mesma situação da Ponte. “Será um jogo complicado entre duas equipes que precisam vencer, mas temos que acreditar e ir para cima. Há uma avaliação de que o time teve uma melhora no meio campo, mas como não deu resultado final, então temos que melhorar ainda mais, eu e quem entrar. Temos que sair desta situação, cheguei há uma semana, mas sinto o mesmo pesar dos companheiros e faremos de tudo para sair desta situação”, afirma.

 

O jogador refuta as especulações de que o time foi a Porto Feliz para se afastar de possíveis cobranças da torcida. “Pressão sempre vai ter , não adianta sair de Campinas, até porque a pressão está dentro de cada um. Então temos que administrar isso bem, jogar na Ponte é pressão, o torcedor quer resultado, quer vitória, e nós queremos também.”

 

Na opinião de Fellipe Bastos, a intertemporada possibilita que o grupo se uma mais e, no caso dele, possibilita conhecer melhor os companheiros. “Como cheguei faz pouco tempo, ainda estou me entrosando, e estar aqui me possibilita conhecer mais os colegas, ganhar entrosamento e estar mais afinado para quinta. Para todos estar aqui é uma oportunidade de se concentrar mais, se juntar cada vez mais e juntos vamos conseguir sair desta situação incômoda, um apoiando e ajudando o outro”, finaliza.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS