Em jogo disputado,Ponte fica no 0 a 0 com a Chape e quer buscar pontos contra o Sport na próxima 3ª

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

Em um jogo muito disputado, com boas chances em especial no segundo tempo, a Ponte Preta ficou no empate sem gols contra a Chapecoense, na noite desta terça-feira (24). O primeiro tempo foi bastante truncado, com muitas faltas e poucas oportunidades. Já a etapa complementar foi mais movimentada e com boas chances de gol da Macaca, entre elas uma bela jogada de Fessin no minuto final da partida.

“Perdemos algumas chances de marcar, algo que não pode acontecer, ainda mais em uma partida em casa, mas agora é trabalhar para no próximo jogo sair com o resultado”, diz Fessin, que teve performance elogiada nesta noite.

Com o resultado, a Macaca dorme na 13ª posição, com nove pontos. O time do técnico Hélio dos Anjos volta a campo às 19 horas da próxima terça-feira (31), fora de casa, contra o Sport Recife.

O jogo

A Ponte começou tocando a bola e tentando achar espaço para chegar ao gol da Chapecoense, que se trancava atrás, na expectativa do contra-ataque. A primeira chance alvinegra veio aos dois, com Lucca, em jogada que terminou em escanteio. Aos seis, quase saiu o gol, com um chute perigoso de Lucca após jogada pela direita, que o goleiro Vagner espalmou e, na sequência, a defesa tirou.

Ais 16, Matheus Anjos e Fessin chegara ao campo adversário pela direita e tentaram passar pela defesa, mas após duas trocas de passe o juiz marcou impedimento alvinegro. Aos 20, Matheus dos Anjos foi derrubado com falta, mas a bola sobrou para Fessin, que saiu no  meio de três e chutou, já na área do oponente, mas a bola saiu em linha de fundo.

Aos 23, Fessin se aproveitou de falha na área adversária, ficou com a bola e cruzou para a área, mas Pedro Jr não chegou a tempo de concluir. Aos 25, Norberto fez boa troca de bola com Lucca e chegou ao ataque, mas o juiz marcou falta de ataque. Na sequência, a Chape assustou chegando ao campo pontepretano, mas chutou para fora.

Aos 32, boa jogada de Fessin, mas a zaga oponente cortou o passe que ia para Lucca. No minuto seguinte, Pedro Jr saiu pela direita e passou para Norberto, ganhando escanteio.  A Chapecoense também conseguia chegar ao campo da Macaca, mas os chutes saiam em linha de fundo, sem riscos para Caíque França.

Aos 41, Matheus Anjos cobrou e mandou a bola na área adversária, mas a zaga cortou de cabeça. Leo Naldi pegou a sobre de primeira e tentou encobrir o goleiro, mas a bola subiu muito e caiu em cima do gol, sobre as redes do lado de fora. Aos 45, Anjos cobrou novo escanteio, do lado oposto, e mandou fechado dentro do gol, para defesa de Vagner. Aos 47, o juiz apitou o final do primeiro tempo, sem que ninguém mexesse no placar.

No segundo tempo, a Ponte quase marcou antes do primeiro minuto. Fessin carregou a bola e passou para Hélio dos Anjos, que mandou para a área. O zagueiro conseguiu torar a bola, mas Pedro Jr pegou a sobra e chutou a queima roupa, para defesa dificílima de Vagner. Aos oito, a Chape chegou ao campo alvinegro, mas Caíque França fez boa defesa.

Na sequência, nova boa chance alvinegra com Norberto chegando na área e cruzando, mas a zaga oponente cortou. Aos 15, bom lance de Norberto para Fessin, que passou por três dentro da área, puxou para o pé esquerdo e chutou, ganhando escanteio. Aos 23, Pedro Jr deu belo chute contra o gol, após lançamento de Luiz Fernando, e ganhou escanteio.

Na sequência, Luiz Fernando chegou ao final do campo e passou para Norberto, que foi desarmado pelo goleiro oponente Aos  28, Leo Naldi pegou passe de Luiz Fernando e chutou, mas a bola saiu com muita força e subiu, passando sobre o gol. Aos 37, bom ataque da Ponte, primeiro com Dodô, depois com Luiz Fernando cabeceando, mas a defesa tirou.

Dois minutos depois, ótima triangulação de Luiz Fernando com Fessin, que passou para Norberto, mas a zaga cortou o lance. Aos 43, escanteio para a Macaca após Amaral quase marcar. A bola foi levantada na área e Dodô cabeceou, mas a bola acabou ficando com a Chape, que tentou contra-ataque, sem sucesso.

Aos 49, Fessin cruzou todo o campo, tirou de dois e chutou de perna esquerda à queima roupa, com o goleiro adversário mandando para escanteio. Na sequência, o juiz apitou o final da partida.

Ficha do jogo

Ponte Preta: Caíque França, Norberto, Thiago Oliveira, Fábio Sanches e Artur (Jean Carlos); Felipe Amaral, Léo Naldi, Matheus Anjos (Luiz Fernando) e Fessin; Pedro Jr (Dodô) e Lucca (Ramires). Técnico: Hélio dos Anjos.

Chapecoense: Vagner; Ronei, Léo, Frazan e Fernando; Betinho (Orejuela), Marcelo Freitas, Tiago Real (Lima) e Claudinho (Matheus Bianqui); Luizinho (Maranhão) e Jonathan (Derek). Técnico: Gilson Kleina.

Arbitragem: Marielson Alves da Silva apitou, com os assistentes Elicarlos Franco de Oliveira e Jucimar dos Santos Dias. Matheus Delgado Candançan foi o quarto árbitro.

Cartões amarelos: Léo Naldi, Lucca, Thiago Oliveira, Amaral, Jean Carlos (Ponte Preta); Betinho (Chapecoense)

Público Pagante: 2.152
Não Pagante: 82
Público Total: 2.234

Renda: R$ 36.100,00

Jogo válido pela nona rodada da série B, disputado no Majestoso

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS