Em jogo de arbitragem ruim, Ponte termina com nove em campo e perde por 2 a 1 para o Londrina

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

Em uma partida em que terminou com nove em campo, contra dez do adversário, a Ponte Preta perdeu por 2a 1 para o Londrina. Apesar de ter mais volume de jogo inclusive quando jogava com dez contra 11 na etapa inicial, e de ter criado chances no segundo tempo, a Ponte se deparou com um time retrancado atrás, que conseguiu fazer gol em bola parada e outro de pênalti.

O jogo teve um primeiro tempo marcado por uma arbitragem confusa, com a expulsão duvidosa de Bernardo e confusão dez minutos depois em lance que gerou expulsão de atleta adversário, do técnico Hélio dos Anjos e do auxiliar do Londrina. Na segunda etapa, a arbitragem também não teve o mesmo critério nos cartões e o primeiro gol do visitante saiu logo após a expulsão de Tiago Oliveira, em cabeceada após bola levantada na área alvinegra.

“O juiz prejudicou demais. Com dois minutos ele já me deu um cartão quando eu já estava no chão, depois de tomar uma cotovelada, porque reclamei com ele. Disse que nem eu nem outros jogadores podiam falar com ele, foi desrespeitoso com o Londrina. E com esse amarelo me  tirou de um  jogo importante contra o Cruzeiro, que todo mundo quer jogar”, protesta Lucca, autor do gol pontepretano.

Ele completa: “Não dá pra lamentar, já foi. Vamos trabalhar, mais forte ainda, e ver o que acontece.” Com o resultado, a Ponte está na 16ª colocação, mas não corre risco de entrar no Z4 nesta rodada. O time do técnico Hélio dos Anjos volta a campo às 16 horas do feriado desta quinta-feira, para enfrentar o líder Cruzeiro.

O jogo

A Ponte começou indo para cima e aos três Fessin fez a fila e foi cortado, em lateral para a Macaca. Aos cinco, após cobrança de escanteio de Fessin, Danilo Gomes ficou com a bola, puxa para o pé esquerdo e chutou com perigo. Dois minutos depois, Ramon cruzou da esquerda, mas Matheus Nogueira interceptou.

Na sequência, o Londrina chegou com perigo e chutou rasteio no canto esquerdo, com Caíque França se esticando inteiro e fazendo bela defesa. Aos 14, Léo Naldi fez belo lançamento na área, Bernardo chegou de carrinho para tentar completar, mas mandou a bola pela linha de fundo.

Aos 21, Fessin disputou bola com o goleiro adversário e teria a chance de completar, mas o juiz enxergou falta de ataque. Aos 29, o juiz expulsou Bernardo em um lance polêmico, interpretando que o lateral era o último homem e deu falta. A onte não se abateu e continuou indo para cima. As 35, Echaporá teve boa chance e finalizou com perigo, mas o goleiro mandou para escanteio.

No minuto seguinte, Fessin fez boa jogada – se livrando de marcação tripla – e passou para Fraga, que mandou para Ramon chutar. A bola explodiu em Saimon. Aos 42, lance feio do adversário: Gabriel Santos entrou de carrinho fazendo falta em Caíque França, que já estava fora do campo.

O juiz deu cartão amarelo, apenas, o que gerou uma confusão na qual foram expulsos o técnico Hélio dos Anjos e o auxiliar do Londrina, Cyro Garcia. Depois, o árbitro reviu a marcação inicial e expulsou Gabriel dos Santos, deixando as duas equipes com dez atletas em campo.

No segundo tempo, logo no primeiro minuto, boa jogada da Macaca que terminou em escanteio.  Fessin cobrou e Léo Naldi cabeceou com perigo por cima do gol. Aos cinco, Naldi cruzou na área, mas Matheus Nogueira interceptou.

No minuto seguinte, Echaporã fez jogada boa individual, mas não conseguiu concluir. Pouco depois, Formiga fez bom passe para Fessin, que fintou e passou para Lucca, que não alcançou. A Ponte pressionava bastante, mas o Londrina se trancava no campo defensivo.

Aos dez, Fessin foi parado com falta próximo à área adversária. Lucca cobrou e a bola explodiu na barreira, saindo em escanteio. Artur cobrou, mas o goleiro oponente ficou com ela. Dois minutos depois, Echaporá fazia bom lance pela direita e foi parado com falta.

Aos 14, Artur cruzou rasteiro e Matheus Nogueira defendeu. NA sequência, Ramon fez grande lançamento para Lucca, que mataria de carrinho, mas o goleiro oponente se antecipou e interrompeu a jogada. Aos 23, Echaporã conseguiu chegar na área oponente e chutou, mas a bola pegou muita força e saiu em linha de fundo.

Aos 27, Thiago Oliveira fez falta e foi expulso. Na cobrança, a bola foi levantada na área na cabeça de Matheus Lucas, que jogou de cabeça no ângulo, sem chance de defesa para Caíque França. Aos 35, Luiz Fernando cobrou falta na área e Matheus Nogueira segguou. Na sequência, Lucca teve chance, mas o juiz marcou impedimento.

Aos 37 e 39, o Londrina chutou contra o gol pontepretano, mas Caíque França fez defesas tranquilas.  Aos 42, porém, o juiz marcou pênalti de Fábio Sanches e João Paulo marcou 2 a 0. No minuto seguinte, em lance rápido, Fabrício invertei para Igor Formiga, que passou para Lucca e o artilheiro descontou: 2 a 1, com grande demora do juiz para confirmar o lance.

A Ponte não desistia e continuava indo para cima atrás do empate. Aos 51, Fessin bateu colocado da entrada da área e ganhou escanteio. Na cobrança, Formiga mandou para o gol, mas o camisa 1 oponente segurou. Na sequência, novo escanteio e após a cobrança, Lucca cabeceou, mas Matheus Nogueira pega sem dar rebote. Aos 55, o juiz apitou o final da partida.

Ficha do jogo

Ponte Preta: Caíque França, Bernardo, Thiago Oliveira, Fábio Sanches e Artur (Jean Carlos); Fraga (Igor Formiga), Léo Naldi e Ramon (Fabricio); Fessin, Danilo Gomes (Echaporã, depois Luiz Fernando) e Lucca. Técnico: Hélio dos Anjos.

Londrina: Matheus Nogueira; Watson (Luan), Gustavo Vilar, Saimon e Eltinho; João Paulo, Luis Mandaca (Matheus Lucas) e Gegê (Mirandinha); Caprini (Alan Rushell) , Gabriel Santos e Douglas Coutinho (Marcinho). Técnico: Adilson Batista.

Gols:  Todos no segundo tempo, com Matheus Lucas aos 27, João Paulo aos 43 e Lucca aos 45  do segundo tempo.

Arbitragem: Paulo Henrique Schleich Vollkopf apitou, com Eduardo Gonçalves da Cruz e Leandro dos Santos Ruberdo como assistentes. Matheus Delgado Candança foi o Quarto Árbitro.

Cartões amarelos:  Lucca, Thiago Oliveira, Bernardo, Fessin, Fábio Sanches (Ponte Preta); João Paulo (Londrina)

Cartões vermelhos: Bernardo, Thiago Oliveira, Técnico Hélio dos Anjos (Ponte). Gabriel dos Santos, Matheus Nogueira (Londrina)

Públicos Pagante: 2651

Não Pagante: 195

Público Total: 2846

Renda: R$ 48.230,00

Jogo realizado no Majestoso, válido pela décima segunda rodada da série B

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS