Em busca da segunda vitória seguida fora de cada, Ponte enfrenta Corinthians na noite deste sábado pelo Brasileirão

 

Guto Ferreira prega equilíbrio emocional para conquistar mais três pontos em São Paulo
 
Embalada pelos três primeiros pontos conquistados fora de casa contra o Flamengo, na última rodada do Brasileirão, a Ponte Preta volta a campo às 21 horas deste sábado contra o Corinthians para, mais uma vez longe do Majestoso, ir atrás da segunda vitória seguida na competição. O técnico Guto Ferreira – que assim como na última partida não terá o meia Ramirez – deverá repetir o mesmo time da última quarta, a exceção de Uendel, em razão de burocracia em renovação de contrato.
 
Rodrigo Biro é o mais cotado para substituir o atleta, mas o treinador segue a tradição de não revelar o time até instantes antes da partida. “Não vou confirmar ninguém, vamos ver na hora quem entra em campo”, diz Guto. No entanto, se não revela quem joga, o comandante alvinegro deixa claro que espera em campo dedicação e descarta totalmente um suposto sentimento de revanche em virtude de o adversário de logo mais ter sido responsável pela eliminação da Macaca na segunda fase do Paulista.  
 
“Não podemos em hipótese alguma pensar em revanche, porque quando alguma coisa que te incomoda demais neste sentido você deixa de ser você, não se equilibra, e precisamos estar altamente equilibrados para vencer o Corinthians.  Essa sede de vingança, de revanchismo, pode gerar um sentimento que iria atrapalhar. Temos, sim, é que pensar em três pontos neste campeonato. Então vamos entrar com a cabeça livre e equilibrados para buscar um grande jogo e a vitória”, diz.
 
Sobre a possibilidade de atuar com três volantes, como fez na partida passada, Guto conta que vê esse tipo de jogo com bons olhos. “Usar três volantes foi o que me projetou no Mogi e o que trouxe a Ponte de volta à elite do Brasileiro. E é preciso ter em mente que Fernando e Magal são volantes, mas atuam como meias. Se você tem jogadores com boa qualidade de passe e chegada a frente, você deixa de chegar com um e passa a chegar com dois. Aí dá mais liberdade pros laterais porque existe mobilidade de compensação dentro da estrutura, mais jogadores vem de trás na surpresa que em outro esquema”, teoriza.
 
Na opinião de Guto, a vitória na última rodada foi importante não apenas pelo resultado em si como também para elevar a moral do elenco. “Se você ver, no primeiro jogo tivemos mais chances reais de gol contra o São Paulo, mas erramos nas finalizações. Contra o Flamengo fomos lá e ao vencer recuperamos o bom momento, mostramos que temos qualidade. A Ponte deixou claro que, independentemente de resultado, é uma equipe aguerrida, competitiva e que tem condições de fazer uma ótima competição e conquistar seus objetivos.”
 
Nos lados do Corinthians, Tite não terá Paulinho, que está na seleção Brasileira (Ralph é o provável substituto). O treinador adversário também acenou durante a semana que Alexandre Pato será o titular no ataque ao lado de Guerrero. O jogo desta noite terá transmissão em pay-per-view e pelas rádios AM de Campinas (870, 1170 e 1270) e algumas FM, como a CBN (99,1). Após o apito final, você confere matéria completa sobre a partida aqui no site oficial.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS