Conhecedor de grenais de quando atuava no Inter, Élton espera Ponte forte contra Grêmio na manhã de domingo

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/VictorHafner

A Ponte Preta encara o Grêmio na manhã deste domingo (23) e dentro do seu elenco há dois atletas que vieram do principal rival do time gaúcho, o Internacional: Josimar e Élton. O primeiro está tratando de uma pneumonia e fica fora do embate de amanhã, já o segundo deve jogar e quer ampliar seu retrospecto positivo contra os gremistas.

 

“Já joguei vários grenais, tenho uma leve vantagem, mas Graças a Deus ganhei mais do que perdi. Espero que domingo conquiste mais uma vitória”, diz o volante, que vê um adversário forte pela frente. “É um time compacto. Todos voltam e marcam forte. O ataque deles é muito rápido. O Douglas é muito inteligente, quando pega na bola dá passe até sem ver. Temos que estar ligados 90 minutos para não sermos surpreendidos pelo Douglas com seus passes”, pontua o atleta.

 

Élton valoriza o fato de parte do elenco alvinegro ter sido poupado do jogo de quarta-feira contra a Chapecoense. “Foi bom esse descanso no meio de semana. Todos estão com as pernas boas, prontos para domingo dar o máximo, pois queremos a vitória aqui dentro de casa. Será o terceiro jogo da equipe às 11 horas, os atletas estão se acostumando a esse horário e não tem nada novo. É colocar vontade e raça para sair com a vitória”, ressalta o volante, que vai ter que se adaptar a uma rotina diferente de atuar às 11h.

 

“Será o primeiro jogo para mim nesse horário das 11h. Tenho que me preparar, acostumar meu corpo, para não ser pego de surpresa. A parte da alimentação que complica um pouco. Normalmente só tomamos um café, vamos para o quarto e depois faz outras refeições. Com jogo de manhã é só o café e por isso temos que ver o que comer. Se comemos uma massa, ou um café normal, mas vamos nos alimentar bem e ter um bom rendimento”, acredita Élton, que quer a Ponte com personalidade dentro de campo.

 

“Temos que estar ligados. Estamos jogando dentro de casa, temos que impor nosso ritmo de jogo e atuar como fizemos contra o Sport, quando, apesar de termos tomado gol, conseguimos jogar dentro do campo do adversário, tocando a bola dos dois lados. Temos que fazer isso aqui dentro da nossa casa, pois uma hora vai ter brecha e vamos chegar ao gol”, completa.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS