Peças importantes no elenco pontepretano, Elton e Rafael Costa não escondem a ansiedade em voltar aos treinos com bola e comemoram, mesmo à distância, momento bom da Macaca no Brasileiro

 

Crédito obrigatório para reprodução da imagem: PontePress/Thiago Toledo

 

Um é acostumado a marcar os adversários, o outro é acostumado a marcar gols. Porém, o volante Élton e o atacante Rafael Costa estão impedidos de entrar em campo para ajuda a Ponte Preta, pois se recuperam de lesão. A notícia boa é que ambos os atletas estão evoluindo bem de contusão e não veem a hora de voltar.

“Sempre ficamos naquela vontade de jogar, de treinar, mas não podemos atropelar as etapas. Claro que fica a ansiedade de querer voltar logo, mas tem que voltar 100%, para não retornar mais ao Departamento Médico”, afirma Rafael Costa, que se recupera de lesão na coxa e tem opinião compartilhada pelo colega Élton, que trata de edema no pé.

“Estou ansioso sim. Quero logo estar à disposição do professor Guto. Poder estar ajudando a Ponte e agora estamos entrando na etapa final. Comecei ontem a fazer a parte física. Agora na parte da manhã mais um. Creio que essa semana vai ser só na parte física e se Deus quiser, se tudo correr bem, vou fazer mais testes fortes com chuteira e deslocamento no campo e espero estar à disposição na semana que vem”, explica Elton.

Apesar da ansiedade em retornar, tanto Rafael Costa, quanto Elton comemoram a evolução de suas lesões. “Está evoluindo muito bem essa lesão. Estou muito feliz pela resposta que estou tendo da recuperação. É focar mais essas semanas no tratamento, para voltar o quanto antes aos jogos”, diz o atacante. E Elton pondera que não pode ter pressa para estar na melhor forma possível. “Não adianta voltar com dor, porque depois que está em campo ninguém quer saber disso, só de resultados. Vamos com calma, que o importante é estar sem dor para ajudar a Ponte”, confia o jogador.

A alegria dos dois atletas também é por conta do momento do time no Brasileiro, que alcançou o G4 na última rodada. “Estamos no caminho certo. Quero fazer parte disso também. Sabemos que vamos ter vários jogos difíceis esse mês, mas são partidas que vão nos colocar na Série A”, acredita Rafael. Já Elton diz que a equipe atingiu o G4 na hora certa.

“Crescemos no momento certo na competição. Entramos no G4 e agora é o mais difícil, que é se manter ali e até para brigar pelo título. Não estamos longe disso, só há quatro pontos do líder. Nossa meta é tentar esse título e estamos felizes em ver a evolução da equipe, jogando bem dentro e fora de casa. Quem quer brigar por acesso tem que ter esse rendimento”, completa.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS