Elenco treina na manhã desta segunda (24) e Doriva mostra otimismo com bom futebol da equipe

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/FábioLeoni

O elenco alvinegro se reapresenta nesta manhã para o primeiro treino da semana, no Centro de Treinamento do Jardim Eulina, de olho no confronto contra a Chapecoente pela Sula – marcado para a noite de quarta (26) em Santa Catarina. “Logicamente que não vamos colocar atletas que têm risco de lesão e perdermos aqueles atletas para o restante da competição. Mas  vamos conversar com os jogadores e, independentemente de quem entrar em campo, vamos jogar para vencer e passar para a próxima fase da Copa Sulamericana”, pontua.

Em relação à partida da manhã de domingo contra o Grêmio, o treinador ressalta que, apesar de ter prevalecido o empate dentro de casa diante do adversário, o técnico Doriva observou pontos positivos contra os gaúchos. Para o treinador, a Macaca foi superior o tempo todo e inclusive merecia um resultado melhor. “Realmente lamentamos não ter conseguido fazer o gol.  Já contra o Sport  tivemos uma postura com muita qualidade na posse de bola e ontem mais uma vez  foi evidenciado isso. Nossa equipe comandou o jogo, adiantou as linhas, brigou e ganhou a segunda bola, criou ocasiões de gol, jogou pelos flancos. Lamentamos o resultado, mas estamos no caminho certo”, pontua.

Doriva ressalta o equilíbrio emocional do time. “A equipe tem demonstrado maturidade. Atualmente jogar contra o Grêmio é difícil. É uma grande equipe, muito bem dirigida pelo Roger, com um volume interessante.  Conseguimos impor nosso jogo e por detalhe não veio o  para sairmos com os três pontos de campo”, analisa o técnico, que, apesar do bom desempenho alvinegro, critica o fato de jogar às 11 horas.

“A equipe teve força, teve um volume grande, mas esse horário é cruel para os atletas. A umidade estava muito baixa e os atletas sentem isso. A CBF devia rever este horário, porque já atuamos quatro vezes nele e vamos jogar mais duas vezes pela manhã. É fato que esse horário é bom para o público, mas temos que pensar na integridade física dos atletas e na qualidade do espetáculo”, explica Doriva.

O técnico também comenta o fato de a equipe estar em um crescimento dentro de campo. “Sabemos que o que faz as vitórias acontecerem é o gol. Ontem criamos, mas não fizemos. Contra o Flamengo conseguimos. Tem adversário que consegue impor o jogo, mas o nosso time tem amadurecido nesse sentido. A equipe tem conseguido jogar e impor o que quer. Estamos felizes pelo rendimento e vamos manter os pés no chão, trabalhando, para repetir atuações como essa e lógico, que os gols possam sair também”, acrescenta.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS