Elenco treina em dois períodos nesta quinta (03) e lateral-esquerdo Magal cobra foco total na preparação do time para o Brasileiro

 

Crédito obirgatório para reprodução da imagem: PontePress/DJota Carvalho

 

O elenco da Ponte Preta segue treinando forte em preparação para o Campeonato Brasileiro da Série B. Nesta quinta-feira (03) os atletas treinam em dois períodos no estádio Moisés Lucarelli e o lateral-esquerdo Magal prega total atenção nos treinos que visam à estreia pelo Brasileiro. “O Paulista já passou e não adianta ficar lembrando onde pecamos. O Brasileiro começa em breve e temos estas semanas para trabalhar, corrigir o que está errado, entrosar mais e com reforços chegando vai nos ajudar bastante”, diz.

Na opinião do jogador, este período de preparação tem de ser bem aproveitado. “É trabalhar para que façamos nossa estreia com o resultado positivo, sabendo o quanto é difícil jogar a Série B…eu já atuei em duas. A Ponte Preta tem que pensar em subir, não interessa em qual posição, porque é um time que tem que ficar na Série A, pois tem muita tradição”, afirma Magal, que mostrou um rendimento muito positivo durante o Campeonato Paulista.

“Trabalhei sério, não só eu como todo o grupo, mas falando por mim tentei fazer o meu melhor em todos os jogos possíveis. Tive um bom desempenho e posso melhorar mais. Nada melhor que um campeonato longo, para adquirir mais confiança, para da minha parte poder ajudar. Vou me dedicar bastante, consciente que posso fazer melhor do que fiz no Paulista e conquistar esse acesso a Série A. Se todos trabalharem sério e com esse pensamento, podemos ter um grande resultado no Brasileiro”, acredita  o lateral-esquerdo.

Magal também faz uma avaliação do que é preciso para a Macaca conseguir sucesso na Série B, uma competição que segundo o próprio jogador tem uma disputa muito acirrada pelas quatro vagas do acesso. “Trabalho, principalmente. São muitos jogos, muito difíceis, onde às vezes a equipe acha que pode ganhar de determinado adversário e acaba sendo surpreendido. A Série B é muito brigada, e tem que ter humildade, reconhecer que existem times que querem dar o seu melhor e buscam, ou manter o time na Série B ou fazer história e subir. É um torneio complicado.”

Ele relembra as experiências passadas que teve na divisão de acesso à elite. “Em uma oportunidade fiquei em nono e em outra, pelo Americana, ficamos 25 rodadas e na reta final achávamos que iríamos subir e acabou não acontecendo. Tínhamos uma equipe boa, entrosada, que trabalhava sério e no final deixamos um pouco a desejar e saímos do G4. Por isso digo que na série B tem que ter foco total até a última rodada. São 38 jogos, temos que respeitar e ter humildade, que trabalhando sério conquistaremos o acesso”, afirma.

O atleta também espera contar com o apoio do torcedor pontepretano. “A torcida é um fator importante, principalmente dentro de casa, onde tem que prevalecer nossa força. Já joguei várias vezes aqui contra e não é fácil. Temos que jogar junto com o apoio da torcida e fazer o nosso dever de casa”, completa Magal.

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS