Elenco prega tranqüilidade e empenho para voltar a Campinas com três pontos na bagagem

 

O pensamento do grupo pontepretano para a partida desta quarta contra o Flamengo está bem focado. O discurso dos jogadores é uníssono em relação ao método para trazer de volta a Campinas os primeiros três pontos na competição: é preciso ter calma e muita aplicação em campo, como resume o atacante Chiquinho.
 
“Temos que  ficar com a cabeça calma, com os pés no chão para fazer um bom jogo e buscar os primeiros três pontos no campeonato.  É questão de ter um pouco mais de tranqüilidade, em especial quando chegar na frente do gol para arrematar”, avalia o atacante, que hoje pode fazer as vezes de meia no lugar de Ramirez, que está fora servindo a Seleção Peruana.
 
“Sabemos que o Ramirez é um excelente jogador, um jogador importante para a nossa equipe, vamos sentir um pouco de falta, mas a gente tem que assimilar isso. O jogador que vai entrar no lugar dele, independentemente de quem seja, vai nos ajudar bastante”, pontua. Ele afirma ainda que no embate de logo mais a Macaca precisa se empenhar para transformar as oportunidades em gol, algo que não ocorreu na estreia contra o São Paulo.
 
“Se tivéssemos ganho aquele jogo não tinha nada errado, pois tivemos chances, criamos boas oportunidades de jogo, mas não conseguimos concluir da forma perfeita. Então prestamos muita atenção no que o Guto nos disse e vai reforçar hoje, para ter tranquilidade nas finalizações e ganharmos o jogo.”
 
O lateral Uendel, que no ano passado marcou o gol da primeira vitória conquistada pela ponte Preta contra o Flamengo no Rio de Janeiro (aos 21 minutos do primeiro tempo, em partida válida pela vigésima segunda rodada), espera ter a chance de balançar as redes novamente logo mais.
 
“Aquele foi um gol que marcou e um gol importante ano passado principalmente por nos ter dado a vitória, os três pontos naquele momento do campeonato foram muito importantes. É uma boa recordação, mas é passado. Espero que possamos vencer hoje, que é o que conta”, pontua.
 
O atleta enfatiza que, apesar da estreia ruim no Brasileiro, com derrota em casa, a Ponte está fazendo uma bela temporada 2013. “Então a gente não pode deixar de analisar como um todo e focar em um jogo só. Claro que a gente ficou devendo contra o São Paulo, não digo na atuação do time, mas acredito que a gente criou várias oportunidades e acabou pecando no primeiro tempo em dois lances que foram fatais para o resultado da partida”, analisa.
 
Uendel, assim como Chiquinho, acha que o time criou várias oportunidades naquele jogo, mas não soube concluir. “Se a gente tivesse feito uma só que fosse, o jogo seria diferente, ainda mais com um homem a mais. Enfim, temos que tirar lições daquele jogo e usar aqui em Juiz de Fora. Sabemos que o Flamengo fez uma boa estreia contra o Santos e vai ser um grande jogo, um jogo difícil. Até mais difícil que contra o São Paulo e por isso temos que estar muito atentos”, conclui. 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS