A Ponte é série A: após conquista do acesso, elenco enaltece feito, mas quer mais, todos só pensam no título da Série B; reveja os gols de Alexandro e Roni

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/FábioLeoni

O elenco da Ponte Preta se reapresenta apenas na terça-feira (11) e, apesar do descanso necessário após a vitória por 2 a 0 contra o Bragantino ontem, o pensamento não é de relaxar  após a conquista do acesso. Muito pelo contrário. Após ter se garantido na elite no ano que vem (veja os gols que levaram a Macaca à série A no vídeo abaixo), o foco de atletas e comissão técnica é 100% no título.

 “Dedicamos esse acesso a essa torcida maravilhosa que nos ajudou bastante, desde quando nós caímos, até na Copa Sul-Americana, que era muito importante para nós. Mas entraremos na história se conseguirmos o título do Brasileiro da série B. Então vamos comemorar até amanhã, mas o pensamento já é no título”, diz Fernando Bob.

Autor do primeiro gol da equipe diante do Bragantino, Alexandro Macacão endossa as palavras de Bob. Um dos mais emocionados após a partida de ontem, o atleta está confiante em conquistar ainda mais pelo clube alvinegro. “Não teve como segurar o choro, foi muita emoção, esse momento todo está parecendo um sonho na minha vida. Só tenho a agradecer essa torcida, à Ponte Preta e à minha esposa que sempre esteve do meu lado”, diz o artilheiro da Ponte, com 12 gols, que ainda ressalta o feito conquistado.

“Isso nunca aconteceu na minha vida. Graças a Deus conseguimos o primeiro objetivo, que é o acesso. Agora vamos em busca do título. E pode esperar que o primeiro título mais significativo da Ponte Preta, porque vai vir”, confia o atacante.

Já o auxiliar técnico Alexandre Faganello, que substituiu Guto Ferreira (suspenso) no banco ontem, faz questão de salientar o quanto foi importante o trabalho do comandante da Macaca e dos atletas que corresponderam dentro de campo.

“Foi difícil conter a emoção na hora, lutamos muito e acho que temos que comemorar mesmo, esses jogadores merecem, são sensacionais. Mas todo mérito agora eu transfiro para o Guto. ele foi nosso diferencial. Quando chegamos ele conseguiu dar um padrão de jogo bem definido para as características dos atletas. Todos que se envolveram nesse trabalho merecem os parabéns”, afirma.

Faganello acrescenta que, apesar da sequência positiva, os resultados não vieram sem muito trabalho. “Nós fizemos acontecer. Não foi fácil, mas sabíamos que com o elenco que tínhamos seria possível chegar a esse momento. Então, sim, vamos comemorar…mas pouco, porque vamos focar no título, que é o nosso objetivo”, completa.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS