Eduardo Baptista comemora classificação na Copa do Brasil e afirma que vitória dá moral para sequência no Campeonato Brasileiro

Crédito obrigatório para reprodução:
Pontepress/DanielRibeiro

A classificação da Ponte Preta para as oitavas de final da Copa do Brasil foi incontestável. Após empatar sem gols em Santa Catarina no jogo de ida, a equipe sobrou no duelo de volta e, com uma vitória maiúscula por 5 a 0, garantiu uma vaga na próxima fase do torneio. Jogando um futebol consistente, de muita marcação e um rápido contra ataque, a Macaca surpreendeu o Figueirense com direito inclusive a gols nos minutos iniciais tanto do primeiro quanto do segundo tempo.

Para o técnico Eduardo Baptista a Ponte fez um jogo quase impecável. “Foi uma partida equilibrada em todos os sentidos. O Figueirense valorizou demais. Em nenhum momento o adversário deixou de brigar, lutar, e tentar buscar o jogo. Ontem a noite era da Ponte, que soube se portar sem a bola e procurar os espaços. Atendeu a tudo aquilo que foi pedido e tivemos uma vitória expressiva, mas isso não desvaloriza a performance do Figueirense. Foi um jogo muito intenso, muito forte fisicamente."

O técnico esclarece a entrada de Galhardo no meio de campo no confronto de ontem. “A gente precisava fazer o gol. Não podíamos esperar o Figueirense, corríamos o risco de tomar um e  aí teríamos que fazer dois. A opção foi marcar bem e qualificar o passe. Ter um time vertical e com velocidade. Sabia que não poderia contar com ele os 90 minutos. Achei que no intervalo teria que mexer, mas ele ainda estava bem, a gente esperou e foi bom porque ele fez mais um gol”, comemora.

O treinador diz que a equipe está feliz com a classificação à próxima etapa e que não houve "escolha" de campeonatos (já que perder significaria classificar-se para a Copa Sulamericana): a Ponte joga para vencer sempre. "Só no Brasil que você fala em perder para jogar opção A ou B. Hoje a Copa do Brasil é nossa realidade, temos que aproveitar o momento bom da equipe e jogar pra ganhar.  Estamos classificados, nas oitavas de final de uma competição importante. Agora é descansar e pensar no próximo adversário”, explica.

Baptista afirma que a Ponte avança na Copa do Brasil para jogar de igual para igual com quem quer se seja. “A Ponte Preta está disputando a Copa do Brasil e vai brigar com as grandes equipes de igual para igual. Nas oitavas são 50% de chance para cada um. Esperamos chegar o mais longe possível, ir em busca do título. A vitória de ontem dá uma moral, nossa equipe merecia esse placar. Uma vitória consistente, porém é cabeça nas nuvens e pés no chão. Até porque agora teremos partida do Campeonato Brasileiro, um jogo muito difícil contra o Fluminense para tentarmos pontuar.”

O treinador acredita que a goleada contra o Figueirense enche a equipe de confiança para o duelo contra o time carioca. “Em nenhum momento falamos de tirar o pé e priorizar ou um ou outro. A gente quer jogar, a gente quer o hoje, mas a classificação dá moral pro brasileiro: você tem um ambiente bom, e ambiente bom é com vitória. E ontem entramos com o que a gente tinha de melhor para agora dar sequência no Brasileiro”, finaliza.

 

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS