Eberlin determina saída de Kleina da Ponte e pede desculpas à torcida por derrota no dérbi

Foto:PontePress/DiegoAlmeida

Após a derrota no dérbi 202, na noite deste sábado (19), o presidente pontepretano Marco Antonio Eberlin determinou a saída do técnico Gilson Kleina do comando da Ponte Preta e pediu desculpas à torcida alvinegra pelo resultado do clássico.

“Peço desculpas à nação alvinegra pela partida que nossa equipe teve hoje. Fiquei muito triste como qualquer pontepretano. Quero dizer à torcida que Kleina não é mais o treinador da Ponte Preta. Na madrugada de hoje vou contratar um novo treinador para Ponte”, diz Eberlin.

O presidente acrescenta: “O momento é de grande reflexão e de busca de mudança. Não gosto de mudar, queria que fosse diferente. Demito hoje um grande treinador, que vestiu nossa camisa como nunca, mas diante dessa derrota vexatória preciso dar uma resposta à nação alvinegra”, pontua.

O presidente acrescenta: “Não adiantam conjecturas ou ilações neste momento, só posso dizer que a dor que o pontepretano está sentindo é multiplicada por cem. A derrota dói na minha alma, foi sofrida, fomos extremamente mal hoje como equipe, como briga, era tudo que não queria hoje. Vou cobrar jogadores, comissão, mudanças virão. Mais uma vez, peço mil desculpas à nação alvinegra, estou extremamente sentido. Estou apenas há 40 dias no comando, mas farei de tudo para mudar isso”, afirma.

A Ponte Preta viaja já neste domingo para Cascavel, onde enfrenta às 21h30 de terça a equipe local pela Copa do Brasil. Para seguir na competição, a Macaca em de empatar ou vencer o Cascavel.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS