Disputando a titularidade com Artur, Régis fala sobre a responsabilidade de assumir a lateral direita no lugar de Cicinho

 

O lateral Régis chegou para reforçar a Ponte no Campeonato Brasileiro, mas ainda não havia tido nenhuma oportunidade para atuar com a camisa da Macaca, o que pode mudar na sequência do campeonato. No jogo-treino desta tarde, o atleta começou jogando, foi substituído pelo companheiro Artur e voltou a atuar no segundo tempo. Ele mesmo acredita, porém, que tem que melhorar para ocupar a vaga deixada por Cicinho.
 
“Neste primeiro trabalho fui escolhido para iniciar a partida, mas estamos em processo de definição. Acredito que o treinador irá optar pelo melhor para a Ponte, mas individualmente falando preciso crescer em alguns aspectos. Fiquei três semanas em tratamento por problema dentário, então preciso me readaptar à parte física e ao estilo do Carpegiani”, diz.
 
O jogador conta que tem como principal característica um futebol ofensivo e o novo treinador quer que ele vá além disso. “Ele exige muito na parte defensiva, então terei que investir nisso. Mas com muito trabalho vamos poder crescer e ajudar a Ponte Preta. Para isso, pretendo me dedicar ao máximo  nos treinamentos”, garante.
 
O jogador ressalta que está tranquilo e tem buscado o entrosamento com os colegas tanto dentro quanto fora dos gramados. Admite, contudo, que a tarefa de substituir Cicinho irá exigir bastante do próximo titular.
 
“O Cicinho tem umapassagem de extrema importância pelo futebol da Ponte. Não é uma missão impossível, mas é difícil recompor aquele setor e em pouco tempo substituir um profissional de destaque. Mas somos profissionais, temos que fazer nosso melhor e é isso que faremos”, finaliza.
 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS