Após revés na estreia da Copa São Paulo, diretor das categorias de base acredita que Ponte tem condições de dar a volta por cima

 

Crédito obrigatório para reprodução da imagem: PontePress/Thiago Toledo

 

Não foi a estreia que torcida, comissão e jogadores esperavam na Copa São Paulo. A equipe junior da Ponte Preta foi superada pelo Primavera de Indaiatuba, no último domingo (03), pelo placar de 1 a 0, mas o diretor das categorias de base, Francisco “Kiko” Marques acredita que a equipe vai superar a má impressão da primeira partida.

“O peso da estreia foi o fator que mais nos atrapalhou. Fizemos um péssimo primeiro tempo, pouco criamos e foi um time, que devido saída do Alemão, logo no início do jogo, também de certa forma atrapalhou um pouco nosso sistema tático. Voltamos para o segundo tempo com uma pegada bem melhor, criando mais, mais aguerridos e merecíamos até o empate”, afirma Kiko Marques, que está confiante em um papel muito melhor do time nesta quarta-feira (08), quando os garotos da Macaca enfrentam o Fortaleza (CE).

“Para quarta-feira esperamos sim a vitória. Após o jogo os meninos se cobraram muito, sabíamos que tínhamos condições de sair vitoriosos, mas infelizmente uma estreia é assim mesmo. Mas para o jogo de quarta, vamos sem o peso da estreia e vamos conseguir a vitória e com o mesmo pensamento no sábado”, afirma o dirigente, que tem fé até mesmo em conseguir a primeira colocação.

“É difícil classificar em primeiro? É. Mas não é impossível. Eles sentiram sim a derrota, estavam muito chateados, mas temos condições de superar isso”, completa.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS