Em Ribeirão Preto, Ponte estreia no Paulista com derrota para o Botafogo

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/ThiagoToledo

A Ponte Preta não teve um bom começo no Campeonato Paulista. Jogando na noite desta quarta-feira em Ribeirão Preto, em uma noite quente na casa adversária, a Macaca tomou o  único gol da partida aos 12 minutos, após rebote de Roberto aproveitado por Maike, que não foi barrado pela zaga alvinegra. “Temos que trabalhar forte e já nos recuperarmos porque sábado temos jogo em casa e temos que vencer o Audax”, disse o volante Elizeu.

A Macaca teve um segundo tempo melhor, em especial com a entrada do atacante Silvinho, mas não foi o suficiente para empatar a partida. “Poderíamos pelo menos empatar, mas temos que trabalhar agora para vencer na próxima rodada”, afirmou o atacante. “Mesmo com o pouco tempo de trabalho, foi muito abaixo do que nós esperávamos. No próximo jogo temos que subir a pegada ou não vai dar”, complementou o goleiro Roberto. A Macaca volta a campo às 19h30 deste sábado, contra o Audax, no Moisés Lucarelli.

O jogo

Primeiro minuto, falta em Ferrugem.  Aos 2, César tirou bola. Aos cinco, Tchô recuperou a bola e chutou forte, mas a defesa do time de Ribeirão cortou para o escanteio. Aos 10,  o juiz marcou falta sobre, o Botafogo chutou nas redes, mas não valia nada. Aos 11, Alemão bela jogada, de voleio, e a bola passou raspando a trave direita do goleiro Gilvan. No minuto seguinte, Maike passou pela defesa alvinegra e chutou, Roberto defendeu e, no rebote, a zaga não cortou a jogada. O mesmo Maike aproveitou e bateu sem chance para Roberto. 1 a 0.

Atrás no placar, a Macaca foi pra cima e aos 16 Alef chutou forte e o goleiro do Botafogo segurou. Aos 20, Adrianinho cobrou bem falta e por pouco não surpreendeu Gilvan, a bola saiu por cima do travessão. Aos 28, Ferrugem foi derrubado em falta para cartão, mas o árbitro não deu. Aos 39, lance perigoso do Botafogo, Roberto defendeu em dois tempos e impediu que o adversário ampliasse o placar.

Aos 44, Daniel chutou forte e Roberto, mais uma vez, defendeu com segurança. O árbitro deu mais três minutos e a Ponte ainda teve boa chance com Alemão após escanteio no último minuto, mas o chute foi cortado pela zaga adversária e a primeira etapa terminou com o Botafogo na frente. "Precisamos atacar mais para virar o placar", disse o volante Ferrugem ao sair do gramado. "Não estamos jogando e não estamos marcando como devíamos", completou Alemão.

Na segunda etapa, Rossi entrou no lugar de Tchô e logo no primeiro minuto a Macaca teve boa chance com Fernando Bob, que terminou em lateral para a Macaca. Mais rápida em campo, a Ponte foi pra frente pressionando e Gilmax parou Adrianinho com falta feia, segurando o meia pelo pescoço, levando o primeiro amarelo do jogo.  Aos cinco, Hudson chutou por cima do gol de Roberto.

Aos 10 minutos, Sacoman roubou a bola e armou ataque que Augusto Ramos parou com cotovelada no rosto de Rossi. Adrianinho cobrou a falta e a bola sobrou com Elizeu que não conseguiu concluir. Pouco depois, nova falta cometida por Marcelo Macedo, que levou amarelo. Ferrugem cobrou bem e Gilmak tirou com a cabeça. Aos 14, foi a vez do Botafogo reaparecer na partida: Giovanni chegou pela esquerda com perigo e cruzou na área. Maike chutou de primeira e Roberto faz a defesa.

No minuto seguinte, novo lance de Maike que Ferrugem barrou com falta: amarelo para o volante alvinegro. Aos 19, cobrança de falta na área da Ponte, mas Sacoman afastou o perigo.  Aos 21, Elizeu segurou Maike com falta e levou o segundo amarelo da Macaca.  Na cobrança, a zaga alvinegra tirou e Adrianinho foi impedido de armar o contra-ataque com falta.

Aos 26, Giovanni chutou no ângulo e Roberto fez excelente defesa. Aos 29, Sidney Moraes trocou o zagueiro Gabriel pelo atacante Silvinho, que mal entrou e já sofreu falta em lance de ataque da Macaca. No Botafogo, saiu Wellington Bruno e entrou Camilo. Aos 31, Silvinho encontrou Ferrugem, que deu bom chute defendido pelo goleiro adversário. Aos 32, o mesmo Ferrugem puxou contra-ataque, mas não conseguiu concluir. No minuto seguinte, Camilo deu uma bomba por cima da barreira e acertou a trave de Roberto. Aos 36, cartão amarelo para César Gaúcho. Aos 37, uma das melhores jogadas da Ponte, Silvinho fez bela triangulação, mas a bola acabou cortada pela zaga. Sidney Moraes fez então a última substituição na Macaca, colocando Ademir no lugar de Adrianinho.

No minuto seguinte, nova jogada inspirada de Silvinho, que jogou bola pra Ferrugem, que chutou nas mãos do goleiro Gilvan. Aos 40, Camilo chutou e Hudson cabeceou na trave. Aos 42, após defesa de Roberto, Daniel Borges foi travado pela zaga alvinegra e o time do Botafogo pediu pênalti, não dado pelo árbitro. Na sequência, Giovanni recebeu amarelo.

Já nos minutos finais, o Botafogo procurou segurar a bola enquanto a Ponte ainda tentava o empate. Já aos 44, saiu Marcelo Macedo para a entrada de Lima. O juiz deu mais TRE de acréscimo e Silvinho, no minuto 46, tentou novo ataque, mas a bola acabou saindo pela lateral do campo. Silvinho e Ferrugem fizeram ainda boa triangulação aos 47 e meio, mas a defesa do Botafogo tirou a bola. César e Alemão também tentaram jogada similar aos 48, ma não houve tempo para mais nada: Botafogo 1 x 0 Ponte no primeiro jogo da Macaca pelo Paulista de 2014.

Ficha do jogo

Botafogo – Gilvan; Daniel, César Gaúcho, Henrique Mattos, Augusto Ramos e Gilmak; Hudson, Wellington Bruno (Camilo), Maike; Leandro (Giovanni) e Marcelo Macedo (Lima)

Ponte Preta – Roberto; Cesar, Diego Sacoman, Gabriel (Silvinho) e Ferrugem; Elizeu, Alef, Tchô (Rossi), Adrianinho (Ademir) e  Fernando Bob; Alemão

Gol: Maike, aos 12 minutos

Amarelos: Gilmax e Marcelo Macedo (Botafogo); Ferrugem e Elizeu (Ponte)

Público: 3253

Renda R$ 63.142,00

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS