De volta ao ataque da Ponte, Roger mostra confiança no grupo alvinegro e acredita em grande partida contra o Atlético Mineiro nessa quarta (24)

 

Foto: PontePress/FábioLeoni

De fora da última rodada do Campeonato Brasileiro, o atacante Roger está de volta à disposição do técnico Eduardo Baptista, neste confronto de oitavas-de-final da Copa do Brasil. O atleta sabe do grande desafio que será contra o time mineiro, mas está confiante.

 

“É hora que todo jogador gosta e que separa os homens dos meninos. Estamos confiantes que dá para fazer um grande jogo. Sabemos das dificuldades, que o Atlético entra como favorito, não tem como negar isso, até pelo elenco que tem, pela folha salarial e tudo que os cercam. Mas nosso grupo tem chance de fazer história e estamos concentrados nisso. Fazendo gols lá, trazendo um resultado que dê para reverteremos dentro de casa, a chance será muito grande”, avalia o jogador, que valoriza o elenco da Macaca.

 

“Não tenho dúvidas que esse elenco é o melhor que a Ponte já montou. Sai uma peça e entra outra boa. Consegue manter o mesmo nível de jogo, fazer as marcações, o encaixe com saídas rápidas, quebrando as linhas em contra-ataques. Esse time tem grandes chances de fazer história. Tenho falado isso para o grupo. Tem muitos jogadores com experiência de Série A, em mata-matas e campeões por onde passou. Estamos preparados para esse jogo. Respeitamos o Atlético, mas sabemos que o futebol brasileiro está muito nivelado. Passa muito pelos primeiros minutos de jogo. Temos tudo para fazer um grande jogo e esse grupo sabe aonde quer chegar”, ressalta.

 

Roger comenta a estratégia a ser usada diante do rival da noite e reforça sua crença em fazer uma bela partida. “Não dá para atacar com tudo contra o Atlético Mineiro fora de casa. Aqui no Majestoso é outra história. Mas lá temos que fazer uma boa defesa, contra-golpear rápido, com três ou quatro atletas. É isso que temos que fazer. Respeitar, mas no impor. O futebol está muito igual e precisamos fazer gols, para trazer o jogo de volta vivo aqui. O nosso torcedor tem que ter esperança que dá para nós passarmos e avançar para as quartas-de-final. Acredito muito que podemos. Somos sétimo colocados no Brasileiro, com chances de fazer um grande jogo contra o Corinthians, que está no G4 e começar a sonhar com coisas grandes. E passa pelo Atlético. Nós o temos na nossa mira e vamos  em busca de vencê-los”, diz o centro-avante, que acrescenta.

 

“Desde quando o Eduardo chegou eu fui relacionado em todos os jogos, mesmo não entrando em alguns. O descanso é bem vindo, mas claro que não queria ficar de fora do jogo contra o Palmeiras. Mas foi bom para me preparar, treinar mais, curti um pouco com minha família, algo que não fazia há um bom tempo e estou preparado e concentrado, cheio de vontade de jogar novamente e tirar o máximo dessa fase, em que nós últimos jogos tenho atuado bem. Futebol muda muito e preciso aproveitar o máximo. Muito motivado em fazer história”, completa.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS