Após primeira derrota no comando da Macaca, Dado Cavalcanti avalia desempenho da equipe contra o Ceará: fomos superiores e prejudicados por gols irregulares, mas agora é pensar apenas em vencer o Paraná

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/DJotaCarvalho

O técnico Dado Cavalcanti conheceu ontem a primeira derrota no comando da Macaca. Em um jogo de arbitragem confusa no qual a Ponte foi prejudicada em dois lances cabais, a equipe se viu superada por 3 a 2 pelo Ceará e , com o resultado, permaneceu na sexta posição com dez pontos – posição que pode ou não se alterar com os jogos que complementam a rodada neste sábado.  O treinador alvinegro avalia o desempenho dos seus comandandos, que já se reapresentam no domingo para o primeiro treino antes de enfrentar o Paraná na terça, e diz que o foco do time está em vencer já na próxima rodada.

“Acho que fomos superiores ao adversário ontem, tivemos mais chances claras e talvez no segundo tempo, em um momento crucial, naqueles 10 minutos de apagão que tivemos no início tomamos um gol e depois um gol de falta. Fomos para o jogo de novo, tivemos as maiores chances de gol. Mas dois gols deles foram anotados forma irregualr. Não vou julgar nada, nem ninguém, mas houve lances polêmicos. O gol do Bill eu estava muito próximo e a tenho a impressão muito nítida de que ele estava dentro do gol e saiu para fazer o gol, o bandeira acabou não dando impedimento. Mas falar de erros de arbitragem na derrota soa como desculpa, então vamos focar no daqui para frente”, pontua.

Mesmo descontente com a arbitragem, Dado não desmerece o trabalho feito pela equipe rival. “Acredito que nós merecíamos ter vencido ou ao menos empatado, até pelo rendimento da nossa equipe, que jogou bem, forte, para frente, buscando o gol adversário, mas infelizmente a vitória não veio. Também não vamos tirar jamais o mérito do adversário. O Ricardinho bate muito bem falta e na situação do segundo gol podíamos ter afastado mais a bola. Ainda que na falta que ocasionou o gol eu acho que os atletas se chocaram e o árbitro acabou dando para a equipe do Ceará. Contudo eu sempre atribuo a competência do adversário.: futebol é um jogo de acertos e erros e o Ceará acertou mais, principalmente nas conclusões”, ressalta.

O técnico lamenta a perda da invencibilidade, mas já sabia que em algum momento isso iria acontecer. Segundo o treinador, agora é hora de superar a derrota e buscar mais um bom resultado na próxima rodada. “É um trabalho que precisa ser feito. Desde o começo nós já vinhamos falando sobre isso. O mais importante é somar pontos, principalmente de três em três. Pecamos com muito em empates dentro de casa e o nosso objetivo nestes dois jogos fora é vencermos pelo menos um. Nos resta concentrar todas as forças para vencermos o Paraná na terça-feira”, finaliza.

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS