Já classificada para a próxima fase do Paulista, Ponte recebe Mogi no Majestoso com escalação diferente da usual e Vadão mantém esquema para facilitar entrosamento e conquistar vitória

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/VictorHafner

A Ponte Preta recebe o Mogi Mirim às 16 horas deste domingo (23) com elenco cheio de novidades entre os titulares. Já classificada para a segunda fase do Paulistão por antecedência, a Macaca quer a vitória para terminar esta etapa na melhor colocação geral possível visando à uma eventual semifinal em casa,  mas o  técnico Vadão optou em poupar atletas que estavam pendurados e vindo de lesão para ter força máxima diante do Santos na quarta-feira (a partida válida pelas quartas de final está marcada para às 21h50). Apesar de ter novos atletas em campo hoje, o treinador irá optar pelo mesmo esquema tático, afim de manter uma estrutura conhecida aos jogadores.

“Entendemos que mantendo a mesma maneira de jogar seria mais fácil do que mudar tudo para uma equipe que não vem jogando. O padrão já está definido. O Ademir, o Alemão, o próprio Rossi e o Bida têm entrado em um sistema de jogo com três atacantes e continuamos com esse sistema, para facilitar mais esse entrosamento”, explica Vadão, que tem uma preocupação no time que enfrenta o Mogi Mirim: o lateral esquerdo Thiago Carleto.

“Tanto o Carleto quanto o Alemão quiseram jogar. O Carleto é o que eu tenho mais receio, porque ele tem dois cartões. Vamos levar o Magal para o banco também e se o jogo partir para o um lado mais ríspido faremos a substituição, porque quero o Carleto para o jogo de Santos”, afirma o treinador.

Vadão também não terá as presenças do goleiro titular Roberto, poupado, e do reserva Daniel, que tem contrato com o Mogi Mirim. Com isso, Camilo entra em campo pela primeira vez.  “O Camilo vem treinando muito bem. Mas o Roberto é o titular e o Daniel é o reserva imediato, só que por ser emprestado justamente do Mogi o Daniel não pode atuar e eu não quero por o Roberto. Em virtude disso vamos por o Camilo, que tem minha confiança”, diz Vadão, que reforça o porquê de escalar um time com mais reservas neste domingo.

“Contra o Santos é uma decisão, então não é uma questão de escolha: não vou arriscar por o time titular. Já tenho um elenco curto, há atletas pendurados, outros vindo de contusão e não vou colocar também jogadores como o César para jogar, porque é difícil ter zagueiros da qualidade do César e não vamos arriscar ficar sem num jogo que vale muito na sequência. Temos que ver o lado da Ponte Preta, que vai fazer um jogo decisivo.  Independentemente de fazer um bom jogo ou não, as nossas atitudes são bem prudentes, visando ao jogo contra o Santos”, diz o treinador.

Mesmo assim, Vadão salienta que quer uma vitória logo mais contra o Mogi. “Sabemos que pra eles é um jogo importante,já que podem depender de um bom resultado aqui pra não serem rebaixados, mas pra nós há a importância da classificação geral, pois se passarmos pelo Santos uma melhor posição na tabela pode nos dar o direito de jogar em casa na semi, diante de nossa torcida”, pontua o treinador. No momento, antes da realização desta 15ª rodada, a Macaca está na 5ª colocação geral.

 

Ingressos e rádios

Os ingressos para Ponte Preta x Mogi Mirim custam R$ 40,00 inteira e R$ 20,00 meia. Torcedores com camisa da Ponte pagam R$ 20. Nas cadeiras sociais, o valor é de R$ 80,00 (inteira) e R$ 40,00 (meia).  Para arquibancada visitante foram disponibilizados 2 mil ingressos, ao valor de R$ 40,00 (inteira) e R$ 20 (meia).

Quem não puder ver a partida no Majestoso, pode acompanhar pelas rádios esportivas de Campinas (FM99,1, AM 870, 1170 e 1270) e a web rádio Macacada Reunida (www.macacadareunida.net) . Também haverá transmissão do Premiere Futebol Clube e relato completo do jogo aqui no site oficial, após o apito final.

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS