Com pênalti não marcado, Ponte perde para Operário por 2 a 0; próximo jogo é em casa contra o CRB

Crédito: Andre Jonsson/OFEC

 

A Macaca enfrentou o Operário na manhã deste sábado (16), em Ponta Grossa/PR e perdeu o confronto contra os paranaenses pelo placar de 2 a 0. A partida foi válida pela 2ª Rodada do Campeonato Brasileiro Série B. Os gols foram de Bernardo – contra – e Thales. A Macaca ainda teve, aos 33 minutos do segundo tempo, um pênalti claro em cima de Nicolas, não marcado pela arbitragem.

O próximo duelo da Macaca será no sábado (23), contra o CRB. A equipe campineira enfrenta os alagoanos às 16 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

O Jogo

O primeiro lance interessante do jogo foi da Ponte aos quatro minutos. Após lançamento de Wesley para Lucca, o atacante cruzou em direção à pequena área mas Danilo Gomes não conseguiu concretizar. Na sequência, a arbitragem anotou impedimento de Lucca.

Aos 16 minutos foi a vez do Operário levar perigo, após finalização de Paulo Sérgio pelo lado direito do ataque. Dez minutos depois o time da casa chegou ao gol. Após bola lançada para a área pontepretana, Bernardo desviou e a bola encobriu Caique França.

A Ponte quase chegou ao empate aos 30 minutos, em cabeceio de Fabrício que passou perto da trave esquerda de Vanderlei. Aos 43 minutos Caíque França fez boa defesa, após chute de Thomaz Santos de dentro da área. No lance final do primeiro tempo a Ponte conseguiu escanteio, tentou finalização após bate-rebate dentro da área rival, mas a defesa afastou e na sequencia o árbitro terminou o primeiro tempo.

Segundo tempo começa e a primeira ação ofensiva foi da Ponte, logo com um minuto, em chute de Danilo Gomes defendido por Vanderlei. A Ponte continuou pressionando em busca do gol de empate e teve chance clara aos 16 minutos, com cabeceio de Ramon, que passou perto da trave direita.

Logo depois, Léo Naldi acertou o travessão e mais uma vez chegou perto do empate. Aos 21 minutos, porém, Felipe Saraiva chutou cruzado, Thales desviou e ampliou o marcador para o Operário.

Aos 33 minutos a Ponte foi prejudicada pela arbitragem. Após Nicolas ter sido calçado dentro da área, no momento da finalização, o árbitro nada marcou. A Ponte ainda buscou construir chegadas ao ataque, sendo o último lance mais agudo, um chute de Nicolas fora da área, defendido pro Vanderlei. Sem mais lances de destaque, o placar final foi de 2 a 0 para o adversário.

 

Ficha do jogo

Ponte Preta: Caíque França; Bernardo (Igor Formiga), Thiago Oliveira, Fabrício e Artur; Léo Naldi, Amaral (Nicolas), Wesley (Ramon) e Matheus Anjos (Echaporã); Danilo Gomes e Lucca. Técnico: Hélio dos Anjos.

Operário: Vanderlei, Arnaldo (Lucas Mendes), Thales, Reniê e Fabiano, André Lima, Fernando Neto e Javier Reina (Brandão), Felipe Garcia (Ricardinho), Paulo Sérgio e Thomaz Santos (Felipe Saraiva). Técnico: Claudinei Oliveira.

Gols: Bernardo (contra) e Thales (Operário).

Arbitragem: Paulo Henrique Scheich Vollkopf apitou, com os assistentes Eduardo Gonçalves da Cruz e Leandro dos Santos Ruberdo, todos do Mato Grosso do Sul. Cristian Eduardo Gorski da Luz foi o quarto árbitro.

Cartões amarelos: Danilo Gomes (Ponte Preta); Fernando Neto (Operário).

Cartão vermelho: Lauro e Moisés Ribeiro (Ponte Preta).

Jogo válido pela segunda rodada da série B do Brasileiro de 2022, disputado no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa/PR.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS