Com gols de Norberto e Lucca, Ponte vence a segunda seguida em casa e dorme na sétima colocação

Foto:PontePress/ÁlvaroJr


Em um jogo franco em que atacou o tempo todo e mostrou um futebol seguro em campo, a Ponte Preta venceu o Brusque por 2 a 0, mantendo a invencibilidade no Majestoso, onde emendou a segunda vitória seguida. Com o resultado, a Macaca dorme na sétima posição na tabela, com sete pontos (a um ponto do G4).

O primeiro gol da Macaca – uma verdadeira pintura – foi anotado por Norberto, com uma bomba de fora da área no ângulo do goleiro adversário.   No segundo tempo, Lucca estufou as redes, dando os números finais ao jogo. A Ponte volta a campo às 16 horas do próximo domingo (8), em dérbi no campo do adversário.

O jogo

Logo no primeiro minuto Danilo Gomes fez boa jogada e passou para Lucca, porém a bola acabou ficando com o goleiro adversário. No minuto seguinte a Ponte desceu ao campo adversário trocando passes com Echaporã e Ramon. O lançamento final para Artur, porém, saiu muito forte e a bola saiu pela linha de fundo.

Aos quatro, Norberto armou boa jogada e passou para Ramon, que bateu forte de canhota, mas a bola saiu em linha de fundo.  Aos seis, boa jogada de Lucca, que acabou com a zaga cortando o cruzamento do atacante para a área. Aos sete, Echaporã saiu bem pela esquerda e passou para Artur, que foi travado na hora do chute e ganhou o escanteio.

Na sequência, Danilo Gomes saiu rápido e passou para Norberto, que foi bloqueado no cruzamento e ganhou novo escanteio para a Macaca. Danilo Gomes levantou na área, mas o goleiro tirou de soco. Aos 13, Danilo Gomes cruzou na área e Echaporã subiu sozinho para cabecear, mas a bola saiu em linha de fundo.

Aos 14, Norberto pegou bola pela direita, cortou o adversário e, da intermediária, soltou um canhão de canhota e marcou um golaço. 1 a 0 para a Macaca. Dois minutos depois, quase saiu o segundo: Leo Naldi cabeceou para dentro da área e Lucca completou para defesa difícil.

Aos 20, Lucca recebeu pela direita e partiu para cima de Éverton Alemão. O atacante puxou para a esquerda e deixou o defensor ficou para trás, depois puxou para a direita e o zagueiro passou reto e quase caiu, mas conseguiu cortar para escanteio. Aos 23, susto da Macaca, quando Luís Antônio chutou forte do meio do campo e acertou a trave e sobrou para Pará chutar, mas Caíque França fez linda defesa.

Aos 27, Echaporã recebeu lançamento de Amaral, que foi parado com falta dura do adversário.  Aos 31, Danilo Gomes recebeu pela direita, puxou para o meio e chutou de fora da área, acertando a rede pelo lado de fora e assustando o Brusque.  Dois minutos depois, Danilo cabeceou para trás uma bola que já ia saindo pela linha de fundo e quase encobriu o goleiro ampliando o placar. Aos 34, novo lance rápido de Danilo Gomes, que acabou ganhando escanteio. NA cobrança, a zaga cortou a bola antes que ela chegasse a Lucca.

Aos 39, Ramon desceu pela esquerda e Artur mandou bola na área, mas Lucca não chegou a tempo de cabecear.  Aos 41, o Brusque tentou o empate com Fernandinho cabeceando para Alex Sandro chutar, mas Fábio Sanches cortou. Aos 46, boa chance de contra-ataque, que foi parado com falta dura em cima de Artur – o lateral sentiu o lance e teve que sair de campo. Na sequência, o juiz apitou o final do primeiro tempo.

No segundo tempo, já de cara a Ponte chegou ao campo do adversário com bela triangulação até a bola sobrar para Lucca. O camisa 10 chutou firme, de primeira, mas Ruan Carneiro defendeu em dois tempos. Na sequência, boa tabela entre Léo Naldi e Danilo Gomes, que cruzou a bola na cabeça de Lucca, mas a defesa adversária cortou.

Aos 16, Danilo Gomes recebeu bom passe de Amaral pela direita e cruzou, mas a bola saiu em linha de fundo. Aos 18, Wallisson fez boa jogada na área adversária e Echaporã completou, mas o goleiro defendeu. Aos 20, Lucca desceu pela direita e a zaga tirou a bola no chute, mandando para escanteio. Na cobrança, Nicolas cabeceou e o goleiro defendeu, mas a bola sobrou para Lucca chutar com categoria e estufar as redes. 2 a 0.

Aos 27, falta para a Macaca. Bernardo cobrou bem e a bola passou pela barreira adversária, mas Ruan Carneiro defendeu. Aos 28, Moisés Ribeiro pegou bola na área, limpou e chutou, com a zaga cortando para escanteio. Aos 32, Moisés Ribeiro recebeu falta e Echaporã quase fez o terceiro gol na cobrança, que explodiu na trave do adversário.

Pouco depois, Jailson chutou bola perigosa de frente para o gol da Ponte Preta e Caíque França fez uma defesa brilhante. Aos 44, Wallisson e Moisés Ribeiro fizeram boa tabela, mas a zaga adversária conseguiu barrar a jogada.  Aos 48, Echaporã recebeu bom lançamento e, mesmo com cãibras, dominou e arriscou de longe, levando perigo ao gol de Ruan Carneiro. Em lance na sequência, o atacante foi parado com falta.

O juiz apitou o final do jogo aos 52, confirmando a segunda vitória seguida da Macaca no Majestoso, por 2 a 0.

Ficha do jogo

Ponte Preta: Caíque França; Norberto (Bernardo), Thiago Oliveira, Fábio Sanches e Artur (Jean Carlos); Amaral (Moisés Ribeiro), Léo Naldi e Ramon (Wallisson); Echaporã, Danilo Gomes (Nicolas) e Lucca. Técnico: Hélio dos Anjos.

Brusque: Ruan Carneiro; Pará (Toty), Éverton Alemão, Bruno Aguiar e Airton; Rodolfo Potiguar, Wagner Balotelli (Trindade), Luiz Antonio (Junior Todinho) e Diego Jardel (Jailson); Fernandinho (Alex Ruan) e Alex Sandro. Técnico: Waguinho Dias.

Gols: Norberto aos 14 minutos do primeiro tempo; Lucca aos 20 do segundo tempo.

Arbitragem: Jean Pierre Gonçalves Lima apitou, com Thiago Duarte Peixoto e Lucio Beiersdorf Flor como assistentes. Leirson Peng Martins foi o quarto árbitro.

Cartões: Danilo Gomes, Caíque França (Ponte Preta); Trindade (Brusque)

Público Pagante: 2.289

Não Pagante: 192

Público Total: 2.481

Renda: R$ 39.750,00

Partida válida pela quinta rodada da série B do Brasileiro, disputada no Majestoso

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS