Com gols de Fessin e Lucca, Ponte Preta empata em 2 a 2 com a Inter de Limeira no Majestoso

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

 

Em jogo realizado na noite deste sábado no Majestoso, a Macaca saiu na frente com um belo gol de cabeça de Fessin, mas a Inter de Limeira empatou em cobrança de pênalti aos 44 do primeiro tempo. No segundo tempo, a Inter virou, porém a Ponte não desistiu e empatou no final – após cruzamento perfeito de Niltinho e cabeceada certeira de Lucca.

“Ficamos um pouco frustrados, é óbvio que queríamos sair com os três pontos, mas pela circunstância do jogo o empate acabou ficando de bom tamanho. Agora é descansar porque na quarta temos outro jogo em casa e precisamos vencer”, pontua o camisa 9, autor do segundo gol.

Com o resultado, a Ponte está em terceiro lugar no grupo D, com a mesma pontuação do Santos (2º) e Santo André (1º). Contudo, nem o Santo André nem o quarto colocado Redbull Bragantino jogaram ainda nesta rodada. A Ponte Preta volta a campo na noite desta quarta-feira (2), às 19 horas, mais uma vez no Majestoso, contra o Novorizontino.

O jogo

A partida começou com tentativas das duas equipes de chegar ao campo adversário. Aos dois, bom lançamento para Marcos Jr, que foi derrubado, mas o juiz não marcou falta. Aos sete, bom lançamento para Lucca, mas a zaga cortou para lateral. Na sequência, Fessin fez bela finta e chutou por cima do gol, assustando o arqueiro oponente.

Aos 10, novo bom lance de Lucca, procurando Fessin, mas o árbitro deu lateral para o adversário. No minuto seguinte, Fessin fez bom lance, porém a defesa cortou.  Aos 14, Fessin cobrou bom escanteio, Lucca cabeceou e Fábio Sanches também deu continuidade de cabeça, mas a defesa oponente acabou bloqueando.

Aos 17, saiu o gol alvinegro. Guilherme Santos cruzou na área para Fessin cabecear com veneno no cantinho, sem chance de defesa para o goleiro visitante. Ponte Preta, 1 a 0, com o camisa 20 marcando o primeiro gol do ano no Majestoso.

Aos 21, Moisés Ribeiro se machucou. Ele tentou permanecer em campo, mas pouco depois teve de ser substituído. Aos 26, Léo Naldi chutou de longe, assustando o goleiro adversário, mas ela saiu pela linha de fundo. Aps 30, Dedé tirou bola na defesa e armou contra-ataque, que foi parado pelo árbitro porque havia um atleta da Inter caído no chão.

Aos 31, bela jogada com Fessin e Norberto, que foi bloqueada pela Inter dentro da área: quase saiu o segundo gol. Aos 34, falta cobrada pela Inter, mas Ygor defendeu a bola com segurança. Aos 36, bom lance de Léo NAldi e Luiz Fernando, que acabou cortado pela defesa adversária com ajuda da água empoçada.

Aos 39, sequência de dois lances do adversário em busca do gol, ambos desarmados com firmeza por Dedé.  Aos 41, confusão na área pontepretana e o juiz marcou um pênalti contra a Macaca. A Inter cobrou e empatou o jogo, aos 44. Três minutos depois o juiz apitou o final do primeiro tempo, com tudo igual no placar.

No segundo tempo, o jogo começou mais truncado, mas aos oito a Inter virou, após cobrança de escanteio. Na sequência, Guilherme Santos cruzou na área adversária, Fessin cabeceou e quase empatou na sequência.

Aos 19, quase o empate: Matheus Jesus e Niltinho, que tinham acabaram de entrar, armaram belo ataque que terminou com o atacante chutando contra o gol para boa defesa do oponente.  Aos 21, Matheus Anjos foi parado com falta no meio do campo. Na sequ~encia, bom lance de Niltinho, mas o juiz marcou falta de ataque.

Aos 23, Matheus Anjos deu chute colocado no gol adversário após tabela com Matheus Jesus e o goleiro oponente fez defesa difícil, impedindo o empate.  Aos 31, Niltinho ficou com a bola e chutou pertinho da forquilha, assustando o goleiro oponente. Aos 39, Ygor Vinhas salvou a Ponte de levar o terceiro.

Aos 45, veio o empate da Macaca. Niltinho, que fez um grande segundo tempo, cruzou na medida na cabeça de Lucca, que mandou para o fundo das redes. 2 a 2. A Ponte queria a virada e aos 46, Matheus Anjos foi parado com falta no bico da área.

Lucca cobrou forte e a bola desviou na barreira, saindo para escanteio. Niltinho cobrou e a bola ficou viva na área. Fabrício pegou, mas foi desarmado. Na sequência, o juiz apitou o final da partida: Ponte Preta 2 x 2 Internacional de Limeira.

 

Ficha do jogo

Ponte Preta: Ygor Vinhas; Norberto, Fábio Sanches, Dedé (Fabrício) e Guilherme Santos; Moisés Ribeiro (André Luiz, depois Matheus Jesus),  Marcos Jr (Matheus Anjos), Léo Naldi e Fessin; Luiz Fernando (Niltinho) e Lucca. Técnico: Gilson Kleina.

Inter de Limeira: Lucas Frigeri; Léo Duarte, Rodolfo Filemon, Xandão e Rafael Carioca; Matheus Galdezani (Pedro do Rio), Johny Douglas (Júlio Rusch) e Felipe Baxola (Tito); Geovane (Diego) , Osman e Ronaldo (Gui Mendes). Técnico: Vinícius Bergantin.

Gols: Fessin, aos 16 minutos, e Ronaldo, aos 44 do primeiro tempo; no segundo tempo, Xandão aos oito e Lucca aos 45 minutos.

Arbitragem: Pablo Rodrigo Soares de Oliveira apitou, tendo como assistentes Daniel Paulo Ziolli e Evandro de Melo Lima. O quarto árbitro foi Humberto José Júnior e o árbitro de vídeo (VAR) foi Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral.

Cartões amarelos: André Luiz (Ponte)

Publico Pagante – 1.788

Não Pagante – 48

Publico Total – 1.836

Renda – R$ 23.360,00

Jogo disputado no Majestoso, válido pela segunda rodada do Campeonato Paulista

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS