Com golaço de Cajá, Ponte vence por 3×1 e dorme na liderança do Brasileiro

Crédito obrigatório: PontePressFabioLeoni                                                                                         

Em mais um jogo com portões fechados a Ponte Preta fez o dever de casa e venceu a Chapecoense por 3×1 com gols de Tiago Alves, Biro Biro e um golaço de Renato Cajá. A equipe mantém os 100% de aproveitamento em casa.

Com o resultado a Macaca soma oito pontos e dorme na liderança do Brasileiro até a conclusão da rodada no domingo. O próximo compromisso alvinegro será na quarta-feira (03) contra o Vasco às 19:30 em São Januário no Rio de Janeiro pela quinta rodada do Brasileiro.

O jogo:

A partida começou com as duas equipes se estudando. A equipe adversária pressionava a saída de bola da Ponte Preta.  E logo aos seis minutos a Ponte abriu o placar. Em falta cobrada na área por Cajá, Tiago Alves testou firme para o fundo do gol.  Aos 8 minutos Rildo recebeu na esquerda e bateu sem força para defesa do goleiro.

Aos 10 minutos quase a Macaca amplia. Após passe de Diego Oliveira, Rildo bateu forte para grande defesa do goleiro Danilo. A Ponte tomava conta do jogo. Aos 12 minutos Roger da Chapecoense recebeu amarelo por reclamação.  A Chapecoense não ameaçava o gol de Marcelo Lomba.

Aos 32 a Chapecoense chegou pela primeira vez com real perigo ao gol da Ponte. Gil bateu forte por cima do gol de Lomba.  Com 34 minutos Biro Biro foi amarelado por falta por trás no campo de ataque. No final do segundo tempo a Ponte quase ampliou com Renato Cajá que recebeu passe de Biro e Biro e bateu colocado para fora.

Na sequência quase o empate do Chapecoense em chute forte de Roger para grande defesa de Lomba.  Em escanteio Lomba mais uma vez salvou a Macaca. E para fechar o segundo tempo Renato Cajá recebeu lindo passe de Diego Oliveira, bateu por cima do goleiro, mas para fora. Em seguida o árbitro encerrou a partida. 

No início da segunda etapa a Ponte teve falta perto da grande área. Biro Biro ajeitou para a cobrança e bateu na gaveta de Danilo, golaço. Dois a zero Ponte Preta. Logo aos quatro minutos a Chapecoense perdeu grande chance de diminuir com Hyoran que chutou para fora.

A Macaca continuava dominando o jogo e o adversário buscava os contra ataques. Aos 17 minutos Apodi fez falta em Rildo e recebeu amarelo por reclamar da falta. O atleta continuou reclamando e levou o vermelho em seguida.

Aos 23 minutos mais uma grande defesa de Lomba em chute rasteiro no canto de Roger. Aos 24 saiu Rildo para entrada de Felipe Azevedo. Com 30 minutos Josimar recebeu amarelo por falta em Ananias. Aos 31 saiu Diego Oliveira para entrada de Borges.
 

Aos 38 minutos o sistema de som anunciou o prejuízo de 33 mil reais devido ao jogo com portões fechados.  Aos 43 a Chapecoense diminuiu com gol de Gil. Aos 46 Cajá recebeu o amarelo e na sequência fez um golaço batendo quase do meio de campo e encobrindo o goleiro Danilo. Fim de jogo no Majestoso. 3×1 Ponte Preta.

Ficha técnica:

Ponte Preta: Marcelo Lomba, Rodinei, Tiago Alves, Pablo, Gilson, Josimar, Fernando Bob, Renato Cajá, Biro Biro(Juninho), Diego Oliveira(Borges), Rildo(Felipe Azevedo). Técnico: Alexandre Faganello

Chapecoense: Danilo, Apodi, Rafael Lima, Vilson, Dener, Elicarlos, Bruno Silva (William Barbio), Gil, Hyoran(Abuda), Ananias(Wagner) e Roger. Técnico: Vinicius Eutrópio

Data: 30/05/2015 – 18:30
Local: Moisés Lucarelli
Árbitro:  Felipe Gomes da Silva
Auxiliares: Moises Aparecido de Sousa e Luis Henrique Souza Santos
Cartões amarelos: Roger, Biro Biro, Apodi, Josimar, Renato Cajá
Cartões vermelhos: Apodi
Gols: Tiago Alves , Biro Biro e Renato Cajá 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS