Com erro de arbitragem, Ponte perde para Figueirense pelo placar de 1 a 0

 

A equipe da Ponte Preta recebeu o time do Figueirense na noite desta quarta-feira (18), em Campinas e foi superada pelo placar de 1 a 0. O gol adversário, porém, surgiu após pênalti inexistente marcado pela arbitragem contra a Macaca, que considerou toque no braço de Ferron, quando na verdade a bola atingiu o rosto do atleta. A cobrança foi efetuada por Clayton.

A Ponte volta a campo no próximo domingo (22), quando enfrenta o Flamengo, em partida válida pela 36ª Rodada do Campeonato Brasileiro – Série A. A equipe carioca escolheu mandar seu jogo, com início previsto para às 18 horas, no estádio Mané Garrincha, em Brasília/DF.

 

O Jogo

A partida começa e o primeiro lance de perigo é dos visitantes. Aos cinco minutos, Dudu cabeceia e Lomba faz boa defesa. O Figueirense mantém as ações ofensivas e após levantamento na área da Macaca aos 11 minutos, o arbitro marca pênalti de Ferron de forma errada. A arbitragem entendeu que a bola bateu no braço do jogador, quando na verdade atingiu o rosto do atleta. Na cobrança, Clayton abre o marcador para o Figueirense.

A Ponte respondeu aos 16 minutos. Clayson cobrou falta na entrada da área, a bola desviou na barreira e por pouco não aconteceu o gol de empate da Macaca. A Ponte aumentou a pressão após ter tomado o gol e teve mais uma grande oportunidade aos 31 minutos. Élton fez boa jogada pelo lado direito, ajeitou para o pé esquerdo e chutou cruzado. A bola passou rente a trave de Alex Muralha. Um minutos depois foi a vez de Fernando Bob arriscar chute de fora da área, mas novamente o goleiro rival fez boa intervenção.

A Ponte teve mais uma boa oportunidade aos 38 minutos, desta vez com Alexandro. Após levantamento na área de Élton, o centroavante cabeceou firme, porém a bola passou perto da trave de Muralha. Sem mais lances de perigo, o primeiro tempo terminou com o Figueirense em vantagem.

O segundo tempo começa e a Ponte teve falta frontal ao seu favor logo aos seis minutos. Biro Biro fez a cobrança, mas a bola passou por cima do gol adversário. Com muita força na marcação, a Macaca encontrou dificuldade em criar mais jogadas ofensivas. Aos 19 minutos teve chance em cobrança de falta de Clayson, mas acabou passando por cima da meta de Muralha.

Aos 24 minutos a Ponte quase empatou o marcador em chute de Biro Biro a longa distância. A bola foi forte, mas Muralha espalmou para escanteio. Seis minutos depois a Macaca teve uma ótima chance de empate. Borges recebeu lançamento dentro da área, dominou e chutou forte. A bola passou rente a trave esquerda de Muralha e foi pela linha de fundo. Sem conseguir efetuar mais lances de perigo, o jogo termina com vitória dos visitantes.

 

Ficha Técnica:
 
Ponte Preta: Marcelo Lomba, Rodinei, Renato Chaves, Ferron e Juninho, Élton (Leandrinho), Fernando Bob e Cristian (Diego Oliveira), Clayson, Biro Biro e Alexandro (Borges). Técnico: Felipe Moreira.

 

Figueirense: Alex Muralha, Leandro Silva, Marquinhos, Thiago Heleno e Juninho (Marcos Pedroso), Carlos Alberto (Rafael Bastos), Paulo Roberto, Yago (Dener), Clayton e Fabinho e Dudu. Técnico: Hudson Coutinho.

 

Data: 18/11/2015, quarta-feira – 21 horas.
Local: Estádio Moisés Lucarelli, Campinas/SP.
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento – AL
Auxiliares: Pedro Jorge Santos de Araújo – AL e Marcio Eustaquio S Santiago – MG
Cartões Amarelos: Ferron, Rodinei, Renato Chaves e Diego Oliveira (Ponte Preta); Clayton, Carlos Alberto, Fabinho e Juninho (Figueirense).
Gol: Clayton (Figueirense)

Público:  4152 pagantes / Renda: R$ 56.150,00

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS