Para César, equipe vai brigar para ter uma sequência de vitórias em casa e quer torcedor, que faz a diferença no Majestoso, jogando junto com o time

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/GuilhermeDorigatti

A Ponte tem um importante desafio neste sábado (03), contra o Luverdense, neste que é o primeiro de uma sequência de três duelos em casa (dois pelo Brasileiro e um pela Copa do Brasil). Para o zagueiro César, a equipe tem totais condições de voltar a vencer, após três empates seguidos.

“Mais do que nunca precisamos de uma vitória. Vamos enfrentar agora o Luverdense, dentro de casa, que ganhou do Vasco, e será um jogo difícil. Mas sabemos da nossa força dentro de casa, do time que nós temos. Todos veem isso e falam que o nosso time toca a bola, chega e não consegue fazer gols, não consegue ganhar, mas é ter tranquilidade, esquecer o que falam e fazer um bom jogo e conseguir o resultado aqui no Moisés”, diz o atleta, que explica o que faltou para que a Macaca saísse vitoriosa nestas três últimas partidas.

“Faltam detalhes. Erramos atrás e não conseguimos fazer mais gols. Agora temos uma semana cheia e vai ser bom para corrigir esses erros. Com certeza no sábado, às 16h20, vamos estar com um bom público dentro de casa, espero que os torcedores venham, para fazermos um bom resultado e eles nos ajudem”, afirma César, que ainda ressalta o quanto o torcedor é importante para os atletas do clube e o quanto deseja a presença da massa alvinegra no Moisés Lucarelli.

“Na sexta-feira santa, quando estreamos, eu achei que não iria ter ninguém. Achei que só viria minha família, que veio em peso. Mas vieram 4.000 pessoas gritando e empurrando o nosso time. Conseguimos o empate, sufocamos o adversário, mas isso já foi. Espero que tenhamos um público ainda maior, como tivemos em grandes jogos aqui no Majestoso. É importante pois a torcida nos empurra e nos ajuda mais ainda a sairmos vitoriosos e darmos uma arrancada no Brasileiro”, diz César.

O zagueiro, porém, faz questão de não fugir da responsabilidade e frisa que a equipe não pensa em outro resultado que não seja a vitórias nos próximos compromissos.

“Eu acho que três empates não foram bem vindos. Não era o que queríamos. Mas como somamos pontos pelo Brasileiro e conseguimos o empate fora de casa na Copa do Brasil, que é importante, acho que agora temos que conquistar três vitórias em casa. Não tem outro objetivo. Essas duas rodadas em casa na Série B serão importantes para darmos um salto no campeonato. Ganhando estas duas entramos no G4 e na Copa do Brasil é importante jogarmos com o regulamento em baixo do braço. Um empate ou uma vitória com um gol já é suficiente. Mas queremos apresentar um bom futebol e classificar”, completa.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS