Carpegiani comemora vitória no primeiro embate da Copa Total Sul Americana, prega cautela para o jogo de volta e quer manter base do time da noite de quarta

A Ponte Preta conquistou sua primeira vitória continental ao bater o Criciúma-SC ontem, fora de casa, pelo primeiro jogo da equipe na Copa Total Sul Americana. O comandante da Macaca, Paulo César Carpegiani, não escondeu que gostou do que viu no grupo alvinegro que entrou em campo na noite de quarta.

 

“Nós jogamos com três zagueiros, mas eu não gosto de jogar especificamente assim, então na realidade jogamos com uma linha de quatro. Quem compunha essa linha era o Régis pelo lado direito, porque se o adversário viesse com três atacantes sempre teríamos dificuldades. De uma maneira geral a parte defensiva se comportou bem, a equipe foi firme, um meio competitivo e na frente, se tivéssemos concretizado todas as oportunidades que tivemos, teria sido um placar ainda maior”, pontua o treinador.

 

Para o técnico pontepretano, os jogadores merecem elogios pelo resultado, mas é preciso manter a calma para o jogo de volta, que nem de longe está ganho simplesmente pela vantagem conquistada em Santa Catarina. “Fiquei satisfeito pelo brio, pela garra, entrega e principalmente pela vitória fora de casa. Nós vencemos o jogo, mas é uma partida de 180 minutos e vamos entrar em Campinas como se o jogo estivesse zero a zero. Só vamos usar a vantagem se realmente necessitarmos dela dentro de casa”, afirma.

 

Segundo o técnico, a equipe se comportou muito bem ontem e esse é um fator que deve fazer com que a escalação se repita quase que integralmente diante do Cruzeiro, no sábado, pelo Campeonato Brasileiro (a única mudança deverá ser a entrada do artilheiro William no lugar de Dênnis).

 

“Nós modificamos um pouco a postura, não foi só a parte defensiva. Eu gostei do comportamento do Rildo, que teve um pouco mais de liberdade e foi infernal. Deixou a defesa sempre atônita e foi agudo, agressivo, e em uma metida de bola poderia entrar com tudo. Gostei do meio de campo, da defesa e eu pretendo manter essa equipe, apenas com a entrada do William se ele reunir condições”, diz.

 

Na opinião de Carpegiani, os dois campeonatos que a Macaca disputa merecem grande atenção. “Não tem como separar as competições, as duas são importantes. Nós sempre frisamos que vamos encarar a Sul Americana fazendo de tudo para chegar. Agora, em casa, o Campeonato Brasileiro vai ser uma consequencia. A equipe se apresentou bem ontem e isso reforça a partida que temos em casa contra o Cruzeiro”, completa.

 

(crédito obrigatório para reprodução da foto: PontePress/GuilhermeDorigatti)

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS