Carpegiani comanda jogo-treino contra Grêmio Osasco e Ramirez afirma: acredito que a Ponte tem qualidade e jogadores para reverter situação ruim no Brasileiro

 

A Ponte Preta enfrenta às 10h30 desta manhã o Grêmio Osasco, em jogo-treino realizado em Águas de Lindóia. A atividade, ainda que tenha caráter de treinamento, será a primeira em que o técnico Paulo César Carpegiani comandará a equipe em um confronto contra outro time de futebol.  O meia Ramirez, que retornou no último domingo do Peru e deve atuar no confronto, acredita que o elenco irá aproveitar bem a oportunidade para começar a colocar em prática os conceitos que o treinador vem passando ao grupo.
 
“A verdade é que o pessoal está aproveitando o treinamento e estou certo que este jogo também será muito produtivo. Temos que  usar esse período sem jogos para treinar bem e voltar da melhor maneira para o começo do Brasileiro.  Acredito que o time tem qualidade e jogador para sair dessa situação que estamos agora”, afirma.
 
Na opinião do atleta, o técnico novo ajudará muito, mas a responsabilidade principal continua sobre o elenco. “Vai depender de nós, do que vamos fazer nos jogos. Estamos em último, mas ganhando dois jogos já vamos para cima. Temos que ser rápidos e precisos, o Brasileiro é duro durante as 38 rodadas e falta muito ainda.”
 
Ramirez conta que nunca havia trabalhado antes com o atual comandante, mas conhecia um pouco da história dele. “Já havia ouvido sobre o Carpegiani, mas nunca trabalhei com ele. No entanto, esperamos que dê tudo certo, estamos com muita disposição para reverter a situação. Vamos trabalhar todos juntos para sair dela”, garante.
 
Negociações de Cicinho e Cléber
 
O presidente do Santos, Odílio Rodrigues, entrou em contato no final da tarde de ontem com o presidente pontepretano Márcio Della Volpe, informando que ainda na noite de ontem faria uma proposta pela compra do lateral Cicinho – tendo sido informado pelo dirigente alvinegro que qualquer proposta deveria, minimamente, cobrir a multa contratual do atleta.
 
Com efeito, a proposta chegou na noite de ontem e atendeu às demandas da Macaca. Com isso, tanto a transação envolvendo Cicinho quanto a negociação do zagueiro Cléber ao Corinthians devem ser concretizadas e oficializadas até o final desta semana ou, no mais tardar, início da próxima.
 
“Ainda hoje, após o jogo-treino, conversaremos com Carpegini sobre a qualificação do elenco. O treinador já falou comigo rapidamente por telefone informando já ter identificado onde gostaria que houvesse um fortalecimento e a prioridade é a qualificação, inclusive utilizando os valores que vierem destas vendas caso se concretizem”, pontua Della Volpe.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS