Recuperado de entorse no tornozelo, Thiago Carleto está pronto para encarar o Náutico

Crédito obigatório para reprodução da foto:
PontePress/ThiagoToledo

 

O lateral esquerdo Thiago Carleto fez sua estreia com a camisa da Ponte Preta na quarta-feira (05), diante do Bragantino. No treinamento da última sexta (07), o jogador sofreu entorse no tornozelo esquerdo o foi vetado para contra o Rio Claro e também para a estreia da equipe na Copa do Brasil nesta quarta-feira (12). No entanto, Carleto se recuperou bem da contusão, treinou na segunda em Campinas, seguiu viagem para Boa Vista e vai entrar em campo diante do Náutico de Roraima.

 

“Eu passei um susto muito grande. Fiquei oito meses sem jogar, com uma contusão no joelho, e naquele lance do treino meu pé ficou preso na grama e fez um estalo que eu achei até que tinha quebrado o pé. Desde então tenho estado em tratamento intensivo, até mesmo em casa e foi uma surpresa até para mim e para a comissão técnica. Não vou dizer que estou 100% sem dor, mas vou me esforçar para poder ajudar o time”, diz Thiago Carleto.

 

Buscando seu espaço na Macaca, o lateral garante vai dar o máximo para atingir os objetivos pessoais e da equipe. “Desde que cheguei estou trabalhando duro para ficar na melhor forma possível. Respeito o momento vivido pelo Magal, mas eu não vim para cá para brincar e nem para ser mais um. Sei dos objetivos da Ponte neste ano e quero trabalhar para, no final do ano, colocar o time no lugar em que ele não deveria ter saído que é a Série A do Brasileiro”, afirma Carleto.

 

O lateral ainda fala sobre o que espera da partida de quarta contra o Náutico. “Tentei fazer uma pesquisa sobre informação deles e não encontrei muita coisa. Para não sermos surpreendidos temos que jogar mais compactados e jogar em cima do erro. Temos jogadores rápidos na frente e precisamos explorar isso para nos impor no jogo”.

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS