Capitão Fábio Sanches espera força da torcida neste sábado e enfatiza: “Vamos impor nosso ritmo”

Foto:PontePress/DiegoAlmeida

 

A Macaca estreia em casa pelo Paulista neste sábado (29) e o zagueiro Fábio Sanches, capitão da equipe, quer deixar para trás a derrota na primeira rodada da competição. “Ninguém gosta de perder e ficamos chateados porque sabíamos que podíamos render muito mais. Que sirva de lição pra gente essa derrota, para que não voltem a acontecer esses erros e possamos deslanchar no campeonato a partir deste jogo contra a Inter de Limeira”, diz.

O defensor enfatiza, porém, que não se trata de uma tarefa fácil e que é preciso que a equipe esteja focada e se dedique em campo para dar os três pontos de presente para a torcida.  “É um adversário que vem treinando há algum tempo e vimos o jogo que fizeram contra o Santos, então estamos cientes de que vai ser um jogo difícil dentro de casa, mas vamos impor nosso ritmo para vencer”, afirma.

Fábio Sanches enfatiza que a derrota na primeira rodada não deve ser esquecida e, sim, usada como exemplo. “Ela deixa a lição de que temos de estar sempre concentrados. O Paulista é rápido, de tiro curto , e não pode dar esses vacilos ,porque ter que correr atrás depois é complicado. Temos que estar sempre concentrados e organizados. Agora jogo é dentro de casa, sabemos da força que a Ponte tem no Majestoso. Pelo menos desde que estou aqui, no ano passado mostramos isso em nosso estádio, maneira que jogamos, então é nos impor pra poder conquistar nossa primeira vitória e deslancharmos na competição”, destaca.

O defensor fala um pouco mais sobre o que aconteceu no jogo no Allianz Parque.  “Foi nosso primeiro jogo, ainda sem entrosamento, até porque na pré-temporada tivemos problemas com Covid, fizemos apenas um jogo treino porque os outros três tiveram de ser cancelados em virtude do ocorrido. O Palmeiras, além de ser uma grande equipe, fez seis ou sete jogos amistosos, já tinham disputado uma partida antecipada pelo Paulista, estava com ritmo”, pontua

Ele completa: “Independentemente de com quem jogamos contra, temos que estar preparados sempre.  Se você for ver, os dois primeiros gols deles foram de bola parada, desatenção. Infelizmente a estreia não foi com o resultado que queríamos e somos uma equipe, quando perde sofrem todos, tomar gol é responsabilidade de todos em campo. Então estamos trabalhando pra corrigir pra não acontecer a mesma coisa nos próximos jogos.”

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS