Ponte faz último treino na manhã deste sábado (22), antes de enfrentar o Mogi, e goleiro Camilo fala sobre a honra de vestir a camisa de titular da Macaca pela primeira vez

 

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/VictorHafner

Diante do Mogi Mirim, neste domingo (23), o goleiro Camilo fará sua estreia com a camisa da Ponte Preta. O atleta de 28 anos veio do Batatais e na hierarquia entre os arqueiros da Macaca está na terceira posição. Como Roberto será poupado e Daniel tem vínculo com o Mogi , cabe a Camilo a função de mostrar seu talento neste fim de semana. E o atleta, que faz seu último trabalho de preparação na manhã deste sábado (22) junto ao elenco alvinegro no Majestoso, encara o jogo como a chance da vida.

“A expectativa é a melhor possível. Tenho trabalhado bastante desde que cheguei aqui na Ponte. Aliás, me dedico desde que me entendo por gente e como atleta profissional tenho trabalhado para conseguir uma oportunidade em um clube como a Ponte Preta. Estou encarando essa chance como a chance da minha vida. E se Deus quiser espero fazer um grande trabalho”, afirma o goleiro, que atuou pelo rival desta rodada no ano passado, e sabe que será uma partida difícil, muito por conta da situação complicada que o Mogi Mirim está no Paulistão.

“Enfrentar o Mogi será como enfrentar qualquer outra equipe. É um time que trabalhei no ano passado e na época o titular era o Daniel. Fizemos uma grande campanha, a melhor da história do clube. Eles precisam do resultado para se livrar do rebaixamento, tenho certeza que virão para cima com tudo, mas creio que o grupo e eu estamos preparados para fazer um bom papel nesse jogo”, afirma Camilo.

Apesar de não atuar há algum tempo, o atleta acredita que vai compensar a falta de ritmo com muita concentração e vontade de vencer. “Goleiro é a posição que você mais tem que ter ritmo de jogo. Eu estou há algumas semanas sem jogar, mas espero fazer uma grande partida. Estamos trabalhando bastante para isso e dentro de campo vamos procurar desempenhar nosso melhor. Reforço que encaro esse jogo como a oportunidade da minha vida. Vamos nos concentrar bastante os 90 minutos, mais os acréscimos, para poder fazer uma grande partida”, diz.

Camilo não esconde a satisfação em estar vestindo a camisa da Ponte Preta. “Estar na Ponte para mim é um motivo de orgulho muito grande. Hoje eu tenho certeza e convicção, reforçando uma entrevista que eu ouvi do professor Vadão, que a Ponte é a 5ª força da potência do estado de São Paulo. É uma honra estar vestindo essa camisa. É um sonho realizado”, comemora o camisa 1 da alvinegra nesta rodada.

Além de toda a motivação que o atleta já tem em fazer sua estreia, Camilo também se mostra grato pela força que os companheiros de posição têm dado para que ele desempenhe um grande papel. “Não só o Roberto, como o Daniel e o próprio André Dias, preparador de goleiros, estão me passando bastante confiança. Quanto mais simplificar melhor é, não querer inventar é o conselho que eles tem me dado. Vou acatar a experiência que o Roberto tem, o ídolo que ele é do clube e da torcida. Respeito muito a opinião dele tenho procurar acatar da melhor maneira possível”, ressalta o jogador, que finaliza reforçando o quanto este jogo de domingo é importante não só para ele, mas para muitos do elenco.

 “A torcida pode esperar muito empenho, muita vontade, mesmo dos atletas que não vem jogando. Haja vista que antes da chegada do Vadão era um grupo desacreditado e hoje nos classificamos com uma rodada de antecedência. O torcedor pode esperar muita disposição e vontade, porque não vai faltar isso para o nosso grupo, principalmente com essa oportunidade que estamos recebendo”.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS