Gerente de futebol Gustavo Bueno fala sobre meninos da Base, Giva, Leandrinho, Renato Chaves, Jonas e muito mais. Confira!

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/RodrigoCeregatti

O gerente de futebol Gustavo Bueno falou nesta quarta (8) à imprensa, em entrevista coletiva, fazendo um balanço, respondendo a perguntas dos jornalistas e atualizando o status de diversas situações do elenco alvinegro. Confira abaixo os principais temas abordados e as ponderações do dirigente.

Volante Maycon

Tínhamos interesse nele, assim como em outros jogadores, mas não existe possibilidade de liberação. Falamos com o Corinthians sobre um empréstimo, mas fomos informados que ele faz parte dos planos do time paulistano

Atacante Giva

É um jogador que teve início de carreira interessante, foi muito bem no Santos, mas até pela idade, pela maturidade, acabou oscilando. Porém ele tem um potencial grande e neste primeiro momento chega não como um reforço, mas como uma aposta, um atleta em busca de uma recuperação, de oportunidade de retomar seu espaço. Fizemos um contrato de três meses com possibilidade de renovação automática por mais três, porque achamos que ele pode vir a dar uma resposta, então a Comissão Técnica viu uma oportunidade, houve um entendimento de que era uma boa opção.

Leandrinho

Nosso departamento jurídico está atuando fortemente, há situações sendo encaminhadas e devemos ter uma definição em um prazo de dez a 15 dias. A Ponte buscou seus direitos e esse caso é importante pois mostrou que nenhum atletas pode sair do jeito que ele saiu, desrespeitando um contrato vigente.

Renato Chaves

 Esta situação foi definida nesta última segunda-feira, o vice-presidente Giovanni Dimarzio e eu esttivemos com a diretoria do Fluminense e até pelo número de jogadores que eles têm no setor hoje, o Fluminense não vai liberar o Renato. Felizmente estamos com esse setor equilibrado, mas é claro que outro atleta que deixasse a zaga mais fortalecida seria bem-vindo, no entanto o Renato Chaves não virá mais.

Novas contratações

Não é segredo que ainda estamos buscando situações no mercado, um segundo atacante e outro volante pra substituir Elton. Estamos trabalhando alguns nomes, mas não é fácil encaixar qualidade técnica, situação financeira do clube e um jogador que se encaixe no esquema desenvolvido em campo pelo Eduardo Baptista.

Profissionais que trabalharam com Abel Braga

Hoje não há nenhuma sondagem sobre o Cristiano Nunes e o Fabinho saírem da Ponte para trabalharem com o Abel, em confirmada volta dele ao Brasil. Eles são profissionais comprometidos, estão ajudando a Ponte e, se vier acontecer e eles forem sair, trabalharemos isso de maneira transparente.

Convite para trabalhar no Coritiba

Recebi, sim, convite pra assumir cargo no futebol do Coritiba. Agradeci muito, mas não tenho interesse, pois tenho convicção no que estou fazendo aqui, acredito que vamos fazer um Brasileiro muito bom. Preferi nem ouvir a proposta financeira, pois estou feliz na Ponte Preta.

Jonas

Recebemos informação do representante do atleta que ele seria relocado pra um clube de fora do país e que seríamos procurados pelo Flamengo, que detém os direitos federativos dele, para que essa situação fosse oficializada. Até o momento não fomos e estamos aguardando, mas Jonas já sabe que ele não faz parte dos planos pro Brasileiro e deve estar de saída.

Eduardo Baptista

Pelo lado profissional, pelo trabalho apresentado, pra nós ficou bem claro que a decisão de trazer o Eduardo foi certa. Praticamente a mesma equipe do Paulista jogou contra o Palmeiras na vitória aqui no Majestoso, com apenas uma peça diferente., e foi uma postura totalmente distinta Paulista, outro time que venceu em campo. Durante o Paulista não conseguíamos ver nenhuma consistência ou encaixe, não tinha liga, e com ele passamos a ter isso. Nosso começo no Brasileiro foi muito difícil, com partidas fora complicadas, em seis jogos, por exemplo, já atuamos contra os quatro primeiros colocados, e a exceção do jogo contra o Corinthians, fomos bem em todas. Estamos muito satisfeitos com o trabalho do dia a dia, o Eduardo é muito competente, está dando padrão na equipe e vai contribuir muito para termos um bom ano.

Nino Paraíba

O futebol acontece de maneira dinâmica, por isso o jogador tem que estar sempre preparado para estar a disposição quando a chance aparece. O Nino, nas partidas em que foi solicitado pelo Eduardo entrou, atuou bem, participou das jogadas fazendo o que se esperava dele. E mesmo quando não estava sendo opção do treinador, manteve postura profissional e transparente. Surgiu até possibilidade de trazer um jogador em setor que precisávamos em detrimento da saída dele e entendemos que não, porque ele está sendo aproveitado pelo Eduardo. As situações no futebol mudam e acredito que o Nino está reconquistando espaço com o Eduardo.

Rhayner

A Ponte sempre colocou muita confiança no trabalho do Rhayner, ele veio com boas expectativas. Às vezes demora mais pro atleta encaixar, para haver uma adaptação, mas hoje o Rhayner faz parte do elenco e utilizar ou não o jogador é uma decisão técnica.

Assédio e outros times sobre atletas

Cada ano é diferente. Neste primeiro momento, apesar de termos um início no Brasileiro melhor que em 2015, no ano passado os atletas apareceram mais no primeiro semestre, mas ainda assim já surgiram propostas por atletas de nosso elenco. Não temos intenção de liberar. Hoje temos equilíbrio financeiro e possibilidade de um bom campeonato. Pra sair hoje, só se fosse uma compensação financeira muito importante para o clube.

Falar com a imprensa

Às vezes não temos tempo pra falar o quanto deveríamos, mas é uma obrigação nossa como representantes do clube e sempre peço que, confiem no nosso trabalho. Sempre falaremos sobre ele, de maneira séria e sempre com transparência. Tem horas em que inclusive  colocamos algo que não é aquilo que o torcedor gostaria de ouvir, mas procuramos ser sinceros.

Próximos jogos

Temos agora dois jogos em casa, então vamos fazer valer o mando de campo. Analisando todos as nossas partidas até agora, acredito que realmente só não atuamos bem contra o Corinthians, os outros fomos bem, ainda que resultados não tenham vindo. Mas agora, conquistando duas vitórias, vamos crescer ainda mais e ficar numa boa situação na competição.

Garotos da Base

O Cristiano Nunes e o Rodrigo Leitão acompanham de perto e conversam diariamente com os meninos que estão conquistando espaço no profissional. Precisamos entender que a competitividade da série A é muito pesada e estes meninos não têm ainda um lastro de competitividade neste nível de exigência.  Então é natural que oscilem, sintam o peso, e em alguns momentos precisam de tempo pra recuperar, mas acreditamos que a Ponte tem neste ano jovens jogadores que podem render frutos tanto financeiros como em retorno técnico. O Ivan, goleiro que tem treinado com a gente, por exemplo, já atraiu propostas de vários clubes interessados em empréstimo, tem um futuro promissor. Temos Jeferson, Ravaneli, Matheus Jesus, Léo Cereja…Isso é muito importante para o clube, e a valorização do trabalho da Base e de jogadores que têm identificação com a história do clube. Claro que tem todo um timing a ser respeitado, mas está correndo muito bem, e o elo entre profissional e a base é muito bem feito pelo Cristiano.

Gilson no América?

Não recebemos proposta oficial de nenhum clube. Não trabalhamos com especulação. Sempre que existe algum interesse externo, colocamos pro representante desta maneira: apresente uma proposta oficial. Também deixamos claro pro Gilson que não temos interesse em liberá-lo, ele faz parte dos planos. É um jogador comprometido, tem serviços prestados e a gente sabe como no Brasileiro as coisas mudam, é um campeonato longo. Hoje o Reinaldo está pendurado e a oportunidade vai aparecer, como já apareceu contra o Grêmio.

Wellington

O jogador veio emprestado do Palmeiras e teve pouca oportunidade. Faz parte do nosso elenco, se amanhã aparecer recolocação em outro clube a gente discute, mas não temos por hábito separar jogador em treino, gerar uma situação desconfortável, isso só dificulta o dia a dia. Então a ideia é recuperar atletas, um jogador que às vezes não se encaixou num primeiro momento, não deu a resposta que imaginávamos, talvez possa responder no Brasileiro com nova comissão técnica, um novo trabalho, um novo momento.

 Partida contra a Chapecoense: reencontro com Guto Ferreira

Acho que o Guto está entre os grandes treinadores do Brasil, é um profissional sério, competente, com  trabalho de campo excelente, um amigo que fiz no futebol, Mas uma hora essa sequência de vitórias deles tem que acabar e vamos tentar acabar com ele agora. Nossa equipe está bem focada, depois do jogo contra o Grêmio você via no vestiário a insatisfação do elenco com a derrotra, não tinha passividade, os atletas estavam realmente incomodados pelo gol tomado como foi. Então está claro pra nós que é um elenco que quer e vai buscar algo mais e temos oportunidade neste jogo dentro de casa. A amizade com o Guto permanece, mas nós vamos buscar a vitória.

Janela de transferências internacionais

Monitoramos tanto o mercado internacional como nacional, mas às vezes o custo foge da nossa realidade. Fica entre dois extremos: atletas fora do Brasil com custo alto e atletas mais jovens com custo baixo, mas que ainda não tem grande performance, ainda oscilam. Então acompanhamos e monitoramos tudo, não descartamos trazer alguém: se for bom jogador, que caiba no orçamento, vamos trazer.

Sulamericana ou Copa do Brasil?

Sabemos da importância da Copa Sulamericana e que ela é especial para o pontepretano, mas acho que é muito cedo pra gente fazer qualquer conjectura, até pelo momento que vivemos. Hoje o que está perto da Ponte Preta é a Copa do Brasil e em qualquer competição que a Ponte entrar ela tem que entrar pra vencer. Então a próxima é a Copa do Brasil, contra o Figueirense, e uma eventual vitória inviabiliza a Sulamericana, mas não podemos entrar pra perder e sim ir em busca de vitória e, se acontecer de perder, automaticamente abrem-se as portas pra Sulamericana. Vamos seguir esta conduta, hoje temos um elenco forte, com jogadores do mesmo nível em cada setor e em toda competição vamos entrar pra chegar o mais longe possível.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS