Já em Juazeiro do Norte-CE, Ponte faz último treinamento na tarde desta quinta-feira (04) antes de enfrentar o Icasa e Bryan confia em mais uma vitória

Crédito obrigatório parareprodução da foto:
PontePress/DJotaCarvalho

A equipe da Ponte Preta já está em Juazeiro do Norte-CE, onde na tarde desta quinta-feira (04) faz seu último treinamento no Estádio do Crato, antes de enfrentar o Icasa na sexta (05). O lateral-esquerdo Bryan fala como a equipe procurará atuar, com desfalques no setor defensivo, por conta da saída de Diego Sacoman.

“Nós que vivemos no futebol, corremos esse risco de perder um companheiro sempre. Em um dia está com ele e no outro já tem uma notícia de transferência. Ficamos felizes pelo lado pessoal dele e que seja feliz em novos ares. Para nós é continuar o foco, é assimilar rápido. O Gilvan tem todas as condições de fazer seu trabalho e o professor Guto sabe que pode contar com ele”, afirma Bryan, relembrando que também o time não poderá contar com Tiago Alves, que foi expulso na última partida. Já sobre o próprio futebol, o atleta acredita que a presença do técnico Guto Ferreira ajudou na sua evolução.

“Ele sempre conversa muito conosco. E o Guto já me conhecia. Desde o primeiro dia que ele chegou, falou sobre as críticas e nós sabemos que no futebol é assim. Quando não estávamos ganhando todos eram criticados, outros pegavam mais no pé, mas precisávamos de uma vitória, pois aí todos apareciam. O Guto chamou muitos para conversar individualmente, sempre passando coisas positivas. É importante, o futebol tende a crescer mais a cada dia. Cada um sabe do seu melhor, o que pode dar e com o conjunto mostrando, vai sobressair o individual também. O João Paulo, que acaba de chegar, é muito bom também e quem jogar vai dar o máximo dentro de campo”, avalia o lateral-esquerdo.

Bryan mostra confiança no trabalho que o grupo tem desenvolvido. Segundo o jogador, a equipe não só buscará o acesso, como pretende conquistar a Série B. “Sabemos do nosso melhor e sempre conversamos que estamos aqui para buscar o título. Primeiro vamos entrar no G4, depois que entrar vamos buscar a liderança. Nosso objetivo é o mais próximo possível desse início de segundo turno é entrar no G4. Assim que entrarmos, não queremos sair mais e no final do ano comemorar o acesso e o título”, acredita o defensor, que comenta sobre a possibilidade de enfrentar um adversário que pode ser excluído da competição.

“Para nós vale muito. Tem que entrar para ganhar, ainda mais após uma viagem longa e cansativa dessa também, pode ter certeza que todos que estão aqui vieram querendo ganhar o jogo. E por mais que o Icasa tenha uma situação de exclusão na Justiça Esportiva –  que se confirmada o jogo pode não valer nada – nós temos que entrar em campo e mostrar nosso futebol. Ganhando o jogo agora, já chega terça-feira em casa de novo chamando a torcida mais uma vez para o nosso lado e nos firmamos nas primeiras posições”, diz.

 Bryan finaliza contando sobre o fato dos atletas “sofrerem” em viagens de avião para lugares distantes. “Três horas de viagem e tem gente que se o avião dá uma balançada á fica doido. Se pudesse até chorava, pedia a mãe, aí chega lá tem que ganhar”, diz, em tom de brincadeira, e completa: “Quanto mais conseguirmos vitórias desde já, melhor será pra nós.”

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS