Bruxo Harry Pottker se despede da Macaca e afirma: quem veste a camisa da Ponte tem orgulho

Foto:PontePress/DanielRibeiro

Harry Pottker, o bruxo do Majestoso, está voando para outra escola de magia. Artilheiro do Paulistão 2017, artilheiro do Brasileirão 2016, exemplo de jogador que se dedica acima de tudo, que cumpre com as obrigações mesmo quando já sabe que vai deixar o time, atacante que agradou o torcedor alvinegro com um futebol cheio de magia, o dono da camisa 9 esvaziou os armários no Moisés Lucarelli e está segundo rumo a Porto Alegre, onde defenderá o Internacional.

“Queria ter me despedido com um título, mas infelizmente não deu.  Saio e desejo tudo de bom para a Ponte, de coração, que siga a trajetória dela e títulos virão, tenho certeza. Para mim a Ponte significa tudo de bom que ocorreu na minha carreira e quero agradecer ao torcedor pelo apoio. Para um time de menor capacidade financeira é complicado trabalhar para chegar longe, os outros têm muita vantagem, mas fomos guerreiros e conseguimos chegar longe. Eu não estarei aqui, mas com certeza esse time em breve terá grandes conquistas”, diz.

Pottker enfatiza que a Ponte “tem uma história muito linda” e que tanto jogadores como torcedores devem ter orgulho do time. “Quando perdemos de três a zero do Corinthians estávamos todos muitos tristes e, na saída do estádio, um torcedor falou que ia deixar de ser pontepretano por causa daquilo. Ele que me desculpe, mas ninguém deve fazer isso. Quem veste essa camisa, seja jogador ou torcedor, tem que ter orgulho, tem motivos de sobra para ter orgulho. São 116 anos vivendo do trabalho e no próprio suor, ninguém deve jamais deixar de ser pontepretano”, finaliza.

Pottker se foi, mas a magia e a integridade do atacante certamente permanecerão no coração do pontepretano. Boa sorte, bruxo! 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS