Ansioso para jogar neste final de semana, Bruno Silva reforça: sempre desejei ficar e vou lutar pra conquistar meu espaço

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/DJotaCarvalho

Ele foi sem nunca ter ido. No mês de janeiro, o volante Bruno Silva teve seu nome envolvido em uma suposta saída da Ponte para o Vasco, que não aconteceu. Ansioso para estrear com a camisa da Macaca neste domingo contra a Portuguesa, o jogador garante que, pelo menos por ele, nunca houve vontade de sair. Pelo contrário.

“Foi chata essa situação. Ninguém no mundo da bola tem o futuro definido e se teve uma procura de outro time por mim foi porque fiz um bom trabalho em 2014, mas meu desejo sempre foi de ficar, nunca falei que queria sair. Minha cabeça está aqui, estou na Ponte e focado no Paulista”, conta o jogador.

Ele acrescenta que, na verdade, quer mesmo é ficar mais na Macaca. “Por enquanto aqui na Ponte eu joguei campeonatos Paulistas e em Brasileiros ia para outro time. Quero ver se neste ano fico até o final. Acho que tenho boas experiências para aplicar e passar ao grupo, em 2013 eu estava no Atlético Paranaense e todo mundo achava que era um time fraco, mas conseguimos a Libertadores e uma final da Copa do Brasil, na Chapecoense acharam que íamos cair e ficamos. Posso contribuir, ajudar o elenco, quero trabalhar e conquistar meu espaço”, afirma.

Bruno conta que foi super-bem tratado pelos colegas de time que já conhecia. “me sinto em casa e além das amizades que já tinha, vieram jogadores de qualidade pro Paulista. Talvez o time tenha que se reforçar pro Brasileiro, que é um campeonato muito extenso e difícil, mas o grupo que temos agora é forte e vai mostrar valor no Paulistão.”

O jogador acrescenta que gosta do fato de ter vários concorrentes na posição, pois acha que isso incentiva a todos. “Acho que todo jogador tem isso de o futebol aparecer mais, é bom brigar em alto nível. Tanto quanto fui pro Atlético como pro Chapecoense, cheguei disputando com outro titular e me firmei no time. Aqui tem o Josimar, o Bob,  Juninho, Dedé… vai ser muito bom.”

Bruno Silva finaliza contando sobre a preparação mais longa, de 30 dias. “A comissão achou uma maravilha, mas jogador gosta mesmo é de jogo, queremos ir pra campo. Claro que esse tempo a mais que tivemos deve refletir em campo, mas estou mesmo é ansioso pelo momento de jogar.”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS