Ponte Preta treina na manhã desta sexta-feira (25), viaja para Goiânia à tarde, e Fernando Bob acredita em primeira em conquista dos três pontos

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/GuilhermeDorigatti

O elenco da Ponte Preta faz a última atividade na manhã desta sexta-feira (25), antes de viajar para Goiânia, onde enfrenta o Atlético-GO neste sábado (26). O jogo válido pela 2ªRodada da Série A do Campeonato Brasileiro será às 16h20, no Serra Dourada e o volante Fernando Bob acredita que o time tem condições de sair com o resultado positivo.

“Vencer é sempre importante. Isso dá mais confiança para nós. O resultado vai sair. Estamos fazendo bons jogos e acredito que uma hora essa vitória vai chegar. E quando chegar é engatar uma sequência boa para fazer um bom campeonato”, afirma o atleta, que nesse primeiro momento só pensa na evolução da equipe no campeonato.

“A Série B acabou de começar. Primeiramente temos que focar em fazer o nosso papel, que é buscar os pontos e fazer nosso papel também fora de casa. É assim que vamos chegar lá na frente e no futuro ser campeão. Mas temos que ficar focado em nosso trabalho e fazer o nosso melhor”, diz o jogador.

A alteração no comando técnico da Ponte Preta também trouxe mudanças no setor em que Fernando Bob atua. Com mais homens na mesma posição no time titular, o atleta tem que prestar mais atenção no passe, para sair jogando com qualidade.

“Com essa mudança, o nosso técnico frisou na posse de bola. Foi assim contra o Icasa, que nós ficamos muito com a bola. E a nossa equipe está crescendo, absorvendo bastante o que o Dado tem passado para nós. E a cada dia vamos melhorando para fazer bons jogos e sair com a vitória, que é o mais importante”, explica.

Bob reforça que nessa condição tem a possibilidade de avançar mais ao ataque. “Temos essa liberdade, mas eu tenho a característica de voltar, buscar a bola, e chegar na frente, que é importante. Lembro do meu último gol, pela Sul Americana. Foi para o meu filho, mas faz bastante tempo. Está na hora de sair outro”, confia o volante, que ressalta o quanto gosta de estar no clube.

“Na primeira entrevista que eu dei, quando cheguei na Ponte, eu falei que queria criar raiz aqui, ser lembrado como jogador da Ponte e fazer história no clube. Fiz bons jogos, mas o meu sonho mesmo é conquistar títulos. Vamos buscando a cada dia. Quero sim ser referência aqui na Ponte e ficar bastante tempo para ser lembrado lá na frente”.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS