Biro Biro marca dois, mas Ponte perde a primeira no Majestoso

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/VictorHafner

Não foi a estreia no Campeonato Paulista 2015 que a Ponte Preta gostaria. Em jogo muito movimentado, a Macaca acabou sendo superada pela Portuguesa, pelo placar de 3 a 2, na noite deste domingo (01), no Moisés Lucarelli.

O adversário saiu na frente no placar com Diego. A Ponte conseguiu a virada no segundo tempo com dois gols de Biro Biro. O time visitante, porém, conseguiu novamente ficar a frente no marcador com gols de Alex Lima e Valdomiro, que fez o gol da virada nos acréscimos. 

Com o resultado, a Macaca ocupa a 3ªcolocação na tabela de classificação do Grupo B. O líder é o Corinthians com 3 pontos e o vice-líder o São Bento, com um ponto ganho. O próximo compromisso da Ponte é na quinta-feira (05), contra o Palmeiras, as 19h30, na Arena Palestra-SP.

O Jogo

A partida inicia e logo aos 3 minutos a Portuguesa abriu o placar. Após chegada pelo lado esquerdo da Ponte, a bola chegou até o atacante Diego, que fez o gol da equipe adversária. Minutos depois, o time visitante teve outra oportunidade com Popó. O jogador desceu pelo lado direito pontepretano e chutou cruzado, levando perigo ao goleiro Reynaldo.

A Ponte Preta teve uma grande oportunidade com bola parada aos 12 minutos, após falta sofrida por Rildo pelo lado esquerdo. Renato Cajá levantou a bola na área, mas ninguém conseguiu finalizar. Dez minutos depois a Macaca teve mais uma chance em cobrança de falta. Novamente o meio-campista fez a cobrança, mas a bola bateu na barreira.

Minutos depois a Ponte teve a principal chance de igualar o marcador em chute forte de Rildo. Após cruzamento de Rodinei, a bola sobrou para o atacante que finalizou forte. A bola passou rente a trave do goleiro Rafael Santos.

Aos 32 minutos a Macaca teve mais uma chance de empatar o marcador e novamente com Renato Cajá em bola parada. Desta vez pelo lado direito da Ponte, o jogador fez a cobrança, mas o arqueiro da Lusa fez boa defesa. 

A Ponte continuou pressionando o adversário e quase conseguiu seu gol no fim do primeiro tempo. Após grande jogada de Rildo pelo lado direito da Portuguesa, o jogador fintou o marcador e chutou cruzado. A bola rebateu na zaga e por pouco o centroavante Fábio Santos não fez o gol de empate. Sem conseguir transformar a pressão em gols, o primeiro tempo terminou com a Portuguesa em vantagem.

O segundo tempo começa e a Ponte conseguiu chegar ao empate logo aos 3 minutos. Renato Cajá cobrou falta pelo lado esquerdo pontepretano e a bola encontrou a cabeça de Biro-Biro, que empurrou para o fundo do gol da Portuguesa. 

Aos 18 minutos a Ponte quase virou o placar. Rodinei fez grande jogada, chegou até a linha de fundo e fez o cruzamento. A bola cruzou a pequena área e por pouco Wanderson não conseguiu finalizar. Pouco tempo depois, novamente Wanderson quase virou o placar. O centroavante acertou cabeceio, mas a bola desviou e subiu por cima do gol da Lusa. 

Após a cobrança de escanteio, porém, a virada aconteceu. Renato Cajá fez a cobrança, a bola sobrou nos pés de Biro Biro, que finalizou sem chances para Rafael Santos aos 24 minutos. Mas a vantagem no marcador não ficou por muito tempo. Três minutos depois, o zagueiro Alex Lima empatou a partida novamente.

A Macaca quase voltou a ficar na frente em bom chute de Paulinho. O jogador finalizou de fora da área, mas o goleiro adversário fez boa defesa. Aos 44 minutos a Ponte teve mais uma cobrança de falta ao seu favor, pelo lado direito do seu ataque. Renato Cajá fez a cobrança, mas Rafael Santos defendeu.

Nos acréscimos do segundo tempo, a Portuguesa virou o placar com Valdomiro. Após cobrança de escanteio, o zagueiro cabeceou sem chances para Reynaldo. Final de jogo, Ponte Preta 2 x 3 Portuguesa.

Ficha Técnica:
 
Ponte Preta: Reynaldo; Rodinei, Raphael Silva, Renato Chaves e Rodrigo Biro, Brno Silva, Josimar (Paulinho), Renato Cajá e Thomás (Biro-Biro), Rildo e Fábio Santos (Wanderson). Técnico: Guto Ferreira.

Portuguesa:  Rafael Santos; Fabinho Capixaba, Alex Lima, Valdomiro e Paulo Henrique; Ferdinando, Betinho, Filipe Souza (Bruno Piñatares) e Léo Costa, Diego (Marcelinho) e Popó (Matheus Santos). Técnico: Aílton Silva.
 
Data: 01/02/2015, domingo –19h30.
Local: Moisés Lucarelli, Campinas-SP.
Árbitro: Adriano de Assis Miranda
Auxiliar: Marco Antonio de Andrade Motta Jr. e Maria Eliza Correia Barbosa
Cartões Amarelos:  Renato Chaves e Rildo (Ponte Preta); Popó (Portuguesa).
Gols: Biro Biro[2] (Ponte Preta); Valdomiro, Alex Lima e Diego (Portuguesa);
Público: 5.807
Renda: R$ 90.172,00

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS