Elenco treina e Baraka, o Dunga de Jorginho na Ponte, está prestes a completar 100 jogos

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/DJotaCarvalho

A Ponte Preta faz na tarde deste sábado o último treino antes de enfrentar a Portuguesa pelo Campeonato Brasileiro. Focada na disputa do título da Copa Sul Americana e com poucas chances de se manter na série A, a Macaca deve levar a campo um time alternativo e o volante Baraka, que está com 99 jogos com a camisa alvinegra, deve completar o centésimo não amanhã, mas sim na primeira final da competição internacional.

“É uma marca muito legal, ficarei feliz independentemente de em qual jogo acontecer”, diz o volante, que vem recebendo elogios do técnico Jorginho. O treinador conta que quando chegou a Ponte disse ao atleta que como volante ele devia ser mais “falante”, gritar o tempo todo para avisar os colegas do que estava acontecendo, ter uma postura mais forte, e o jogador atendeu.

“Hoje o Baraka é o meu Dunga em campo. É certo que o Dunga tem grande qualidade técnica e o Baraka ainda precisa se esforçar muito para se equiparar a ele nesse quesito, mas em termos de raça, de postura, de força e dedicação ele faz igual”, elogia o treinador, que atuou com Dunga na seleção de 1994 e foi auxiliar técnico do gaúcho quando ele comandou a Seleção Brasileira – por sinal, Jorginho utilizou um vídeo com entrevista do próprio Dunga para incentivar os atletas a irem pra cima do São Paulo na última semifinal da Sul Americana.

Para Baraka, a comparação não é apenas razão pra se sentir honrado. “Se ele diz isso a minha responsabilidade fica maior ainda. E vou trabalhar muito para corresponder, até porque não só eu como todo grupo quer terminar o Brasileiro da maneira mais digna possível e, principalmente, queremos conquistar o título da Sul Americana para a Ponte e para a torcida”, finaliza.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS