Eduado Baptista avalia equipe contra o Sport e diz que, apesar do revés, equipe tem lutado pelas vitórias dentro e fora de casa

Eduado Baptista avalia equipe contra o Sport e diz que, apesar do revés, equipe tem lutado pelas vitórias dentro e fora de casa

O técnico Eduardo Baptista avaliou o desempenho da equipe diante do Sport, em jogo que perdeu para o time pernambucano por 1 a 0, na noite desta quinta-feira (27) na Ilha do Retiro, em Recife/PE. Para o treinador, o jogo foi igual, qualquer um dos times poderia ter vencido, mas o placar foi justo.

“A Ponte Preta poderia ter ganho de 1 a 0 também. Foi um lance solto, onde avisamos bastante que, se eles conseguissem entrar, esse toque de cabeça, em uma bola longa, poderia acontecer. Cochilamos e pgamos o preço. É um resultado justo, como se a Ponte tivesse vencido por 1 a 0 também seria. Um lance resolvido no detalhe e infelizmente tomamos o gol”, afirma Eduardo, que valoriza o espírito de luta do time.

“Em nenhum momento deixamos de buscar o resultado. Valorizamos bastante a vitória do Sport. As duas equipes brigaram e enquanto tiver condição iremos buscar e achar soluções para que possamos conseguir a pontuação que queremos”, diz o técnico. Eduardo reforça que, apesar do revés, o objetivo principal foi atingido e que detalhes que necessitam de observação serão mudados.

“A equipe da Ponte Preta tinha como propósito, quando cheguei em maio, a manutenção na primeira divisão. Conseguimos isso com sete rodadas para o término da competição. Sabemos que temos dificuldade por conta do investimento que tem. A principal meta foi atingida. Termos que nos vangloriar disso. Temos R$ 1.800,000,00 de receita, contra um tiem como o Sport que tem R$ 4.000,000,00. Assim como o Santa Cruz, e o próprio Coritiba. A equipe luta, quer chegar, jogar bem, mas falta um algo mais para transformar isso em vitória fora de casa. Com planejamento para o ano que vem, tentaremos ajustar esses detalhes”, explica.

O comandante acrescenta que o elenco foi montado dentro do campeonato. “Tivemos que trazer sete jogadores, achar um sistema dentro da competição e fizemos. Tranformamos isso em gols dentro de casa, mas ainda sentimos falta de um passo a mais. Temos que qualificar. Buscar nesses últimos jogos os mlehores resultados possíveis e qualificar para o ano que vem o que achamos que está faltando para nós”, ressalta.

Eduardo garante que para a próxima partida da Macaca, no Majestoso diante do Santos, o objetivo é a conquista dos três pontos. “É fundamental voltar a vencer em casa, com a nossa torcida e no final ver onde chagaremos. Trabalhamos com os pés no chão e sabemos das nossas dificuldades. Em nenhum momento deixamos de jogar e vamos procurar estarmos bem qualificados dentro do campeonato”, completa.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS