Após classificação na Copa do Brasil, Eduardo Baptista comemora vaga na próxima etapa, mas já foca as atenções no Brasileirão

Crédito obrigatório para reprodução da imagem:
Pontepress/FábioLeoni

O técnico Eduardo Baptista gostou do resultado dos seus comandados diante do Genus-RO e comemorou a classificação da Ponte para a próxima fase. Segundo o treinador, a Macaca – que se reapresenta na tarde desta sexta (13) no CT e amanhã já viaja para enfrentar o Figueirense – mostrou um futebol interessante e que tem tudo para evoluir.

 “Eu sai do gramado satisfeito por tudo o que fizemos. A grande diferença do jogo passado é que compactamos mais e não demos espaço. O Genus não passou do meio de campo. Ainda temos pontos a melhorar, mas essa foi a grande mudança e é assim que a Ponte tem que jogar.”, diz.

O treinador comenta sobre o placar ter sido mais elástico do que o anterior contra o adversário – ontem a Macaca goleou por 3 a 0, enquanto no jogo em Rondônia venceu por 1 a 0. “ Falei na preleção que tínhamos que ir além da vitória. Precisamos encher a casa aqui e só dentro do campo vamos mostrar que somos um time poderoso e que joga com a bola no chão. Esse é o nosso poder de convencimento. Demos mostra do que pode ser a Ponte Preta no Brasileiro”, avalia o treinador, que destaca o futebol mostrado pelos garotos Ravanelli, Matheus Jesus e Léo Cereja.

“O Ravanelli está um estágio um pouco mais à frente, fez grandes jogos. É bom ver o Matheus jogando, ele tinha feito boa partida em Rondônia, mas deixou um pouco a desejar na marcação. Conversamos com ele antes do jogo ontem e ele mostrou a pegada que queríamos, está buscando um crescimento. O Léo ainda precisa ser melhorado taticamente, mas é um menino ofensivo, que visa ao gol. Eu tenho bastante cuidado, porque jovens podem oscilar, o que é normal da idade. Mas é só dando oportunidade e jogando que vamos descobrir”, ressalta.

O treinador também reforça que os atletas já estão recebendo os cuidados necessários para a estreia no Campeonato Brasileiro. “Nós já preparamos uma recuperação para o pós-jogo, vai ter um tratamento intensivo em relação à alimentação e hidratação. E tudo de possível para que possamos recuperar e domingo estarmos bem. Entre escolher poupar e dar sequência, eu sempre vou optar pela continuidade da equipe”, revela.

Eduardo Baptista finaliza analisando o elenco que tem nas mãos.  “Temos um grupo em formação. Precisamos de algumas peças pontuais ainda. Perdemos o Élton por um bom tempo e eu via nele um dos principais jogadores da equipe. O Rene Junior está em readaptação e até mesmo o João Vítor e o Renato Augusto estão voltando de contusão. Estamos atentos e não adianta trazer peças, temos que trazer “a” peça. Eu, a comissão técnica e a diretoria estamos atentos nisso para podermos reforçar. Temos um elenco bom, mas sabemos que para o Brasileiro temos que estar sempre muito fortes.”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS