Após resultado indesejável contra Capivariano, Felipe Azevedo quer dar a volta por cima contra o Mogi para a Macaca melhorar na classificação

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/GuilhermeDorigatti

Nada como uma dia após o outro. Para Felipe Azevedo e a Macaca esse ditado faz muito sentido. Após o empate indesejável contra o Capivari, o jogador alvinegro espera o próximo desafio já nesta quarta-feira (23) para buscar mais uma vitória e melhorar a posição na tabela do Paulista. “Temos tudo para dar volta por cima na quarta. E depois temos mais um jogo em casa na sequência. O Gallo pontuou nossos erros na última partida para corrigir as falhas. Estamos vivos na competição e uma vitória pode até nos dar o primeiro lugar no grupo dependendo dos resultados. Tudo é possível no nosso grupo, só vai ser definido na última rodada. A equipe está focada para fazer um bom jogo e temos a oportunidade de na quarta-feira reverter o empate e conseguir os três pontos”, destaca.

Azevedo acredita que nessa reta final todas as equipes buscam um objetivo – seja ele de se classificar ou de fugir do rebaixamento – e devem sair para o jogo até mesmo fora de casa. “Esse ano o campeonato é diferente. Todo mundo sabe que é curto e seis times vão cair. Acredito que agora todas as equipes vão para o tudo ou nada. O Gallo já passou alguns detalhes do Mogi e vamos entrar pra vencer.”

O atleta lembra a boa fase do ano passado e fala sobre a recuperação da lesão para voltar a jogar em alto nível. “Em 2015 eu tive uma sequência muito boa. Infelizmente veio a lesão e parei por dois meses. Acredito que logo vou estar no melhor da minha condição para ajudar a Ponte nas competições. Tenho que trabalhar e acredito com as vitórias a confiança cresça e as coisas aconteçam naturalmente”, conclui.

 

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS