Atletas do Taekwondo da Ponte Preta passam a treinar com equipamento de padrão internacional

 

 

A equipe de Taekwondo da Ponte Preta, que é formada em conjunto com o Instituto Mestre Tilico e a Prefeitura de Campinas, ganhou um reforço neste final de ano. Agora os atletas passam a treinar com coletes equipados com sensores de última geração, os mesmos utilizados em competições internacionais com a última Olimpíada. 

“Poucas equipes no Brasil possuem coletes como esses. Nossos atletas terão agora nos treinamentos a união da força com a precisão dos golpes resultando em eficiência. Isso nos deixa em vantagem em relação aos demais”, diz Fernando Tavares, coordenador do Instituto.

A tecnologia dos coletes é aplicada por meio de sensores que no momento dos golpes resultam nos pontos. Graças a esses equipamentos é possível medir o tamanho da força do impacto de cada um dos golpes, ou seja, os atletas que aplicam os chutes com maior força têm os pontos automaticamente computados para os juízes e placar, não precisando mais da interpretação dos árbitros.

José Eduardo Vasconcelos, atleta da equipe, está otimista com a evolução que os treinos com os novos coletes vão proporcionar. “Treinar com um equipamento como esse possibilita entrar em um grupo seleto de atletas e nós estamos tendo essa chance.”

A aquisição dos coletes foi apenas uma das novidades da parceria, que ainda vai retomar o projeto Fábrica de Campeões que irá disponibilizar aulas gratuitas de taekwondo em praças públicas. Outra ação do projeto já em andamento é a formação de dez novos atletas que já estão treinando na Associação Atlética Ponte Preta, unidade Paineiras.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS